Em destaque

FPC pede esclarecimentos sobre novo confinamento às autoridades

Após o anúncio público das medidas de confinamento foi publicado o Decreto n.º 3-A/2021, de 14 de Janeiro, que regulamenta o estado de emergência. As especificidades do desporto columbófilo e a redação da lei não permitem uma interpretação clara e indubitável da aplicação desta norma à Columbofilia.

A Federação Portuguesa de Columbofilia solicitou, com carácter de urgência, um esclarecimento às autoridades competentes sobre a aplicação do decreto à modalidade. Até à obtenção do esclarecimento solicitado, 𝐚 𝐅𝐏𝐂 𝐫𝐞𝐜𝐨𝐦𝐞𝐧𝐝𝐚 𝐯𝐞𝐞𝐦𝐞𝐧𝐭𝐞𝐦𝐞𝐧𝐭𝐞 𝐪𝐮𝐞 𝐭𝐨𝐝𝐨𝐬 𝐨𝐬 𝐩𝐫𝐚𝐭𝐢𝐜𝐚𝐧𝐭𝐞𝐬 𝐬𝐞 𝐚𝐛𝐬𝐭𝐞𝐧𝐡𝐚𝐦 𝐝𝐞 𝐫𝐞𝐚𝐥𝐢𝐳𝐚𝐫 𝐬𝐨𝐥𝐭𝐚𝐬 𝐝𝐞 𝐩𝐨𝐦𝐛𝐨𝐬-𝐜𝐨𝐫𝐫𝐞𝐢𝐨 𝐞 𝐚𝐩𝐞𝐥𝐚 𝐚𝐨 𝐜𝐮𝐦𝐩𝐫𝐢𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨 𝐝𝐚𝐬 𝐧𝐨𝐫𝐦𝐚𝐬 𝐝𝐞 𝐬𝐚𝐮́𝐝𝐞 𝐩𝐮́𝐛𝐥𝐢𝐜𝐚 𝐩𝐚𝐫𝐚 𝐩𝐫𝐨𝐭𝐞𝐜̧𝐚̃𝐨 𝐝𝐞 𝐭𝐨𝐝𝐨𝐬.

O comunicado oficial está disponível em: http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2395

Cuide de si cuide dos outros!

Fique em casa e cumpra as normas das autoridades!

Em breve voltaremos a voar!

Em destaque

Hernâni José Carvalho fala da paixão pela Columbofilia

Hernâni José Carvalho| Foto: Jornal Notícias de Vila Real

Hernâni José Carvalho, antigo presidente da direção da Sociedade Columbófila de Vila Real, considera que “é fundamental divulgar o pombo-correio e mostrar à sociedade que o pombo é um atleta de competição e deve ser tratado como tal”.

O columbófilo e dirigente garante que não perde uma oportunidade para dar a conhecer o que é a Columbofilia, seja junto de escolas, em momentos de lazer ou até em eventos religiosos. “Ainda há quem tenha medo dos pombos porque confunde os pombos-correio com os pombos comuns, que andam nas ruas, e é da máxima importância que se difunda e divulgue a Columbofilia”, disse em declarações à Federação Portuguesa de Columbofilia.

Em relação aos momentos difíceis que se vivem na modalidade, por força da pandemia, Hernâni José Carvalho está otimista. “Acredito que vamos conseguir vencer”, garante.

Recentemente, o columbófilo deu uma entrevista ao jornal Notícias de Vila Real onde conta como se apaixonou pela Columbofilia. Leia aqui a reportagem.

Em destaque

“Mira é um orgulho para os columbófilos portugueses”

O pombo 0132217/20, propriedade de Arménio Jesus Oliveira, foi o grande vencedor do Torneio Ibero Latino Americano (AILAC) que decorreu no âmbito dos Campeonatos Internacionais de Columbofilia Mira 2020. Com o mesmo pombo, o columbófilo português conquistou o terceiro lugar no Campeonato da Europa.

Em entrevista à Federação Portuguesa de Columbofilia, Arménio Jesus Oliveira mostra-se orgulhoso com os resultados obtidos e garante que para o ano quer voltar a Mira, onde considera que se realizam das melhoras provas da Europa.

Ver a imagem de origem

Este prémio enche-nos de orgulho pela dedicação que temos tido aos pombos ao longo de todos estes anos

F.P.C. – Que expetativas tinha quando decidiu inscrever este pombo-correio nos campeonatos de
Mira?

Arménio Jesus Oliveira – Fazer a melhor classificação possível.

Que importância tem este resultado para a si?
Este resultado tem muita importância, porque dá-nos orgulho de toda a dedicação que temos
aos pombos todos estes anos.

Foi a primeira vez que esteve representado na competição de Mira? Acompanhou a
prova?

Não foi a primeira vez. Sim, acompanhei do início ao fim.
Que opinião tem sobre os Campeonatos Internacionais de Columbofilia, realizados em
Mira desde 1997?

Há muitos anos que costumamos assistir à final ao vivo, mas este ano devido à pandemia não foi
possível. Na minha opinião é dos melhores campeonatos da Europa devido à competição que envolve.
É um orgulho para os columbófilos portugueses!

Ver a imagem de origem

Mira é dos melhores campeonatos da Europa devido à competição que envolve. É um orgulho para os columbófilos portugueses!


No futuro pretende voltar a competir em Mira?
Sim, sempre que possível pretendo competir em Mira.

Quais são as características que, no seu entender, mais se evidenciam nos seus pombos?
São pombos mais direcionados para velocidade e meio fundo.

Que mensagem gostava de deixar aos columbófilos que estiveram a competir em Mira?
Fomos todos uns vencedores e que para o ano não desistam de competir nos campeonatos de
Mira.

Em destaque

Sérgio Almeida: “Vencer Mira é uma sensação mágica e única”

Ver a imagem de origem

Ganhar em Mira foi, por um lado, a concretização de um sonho de menino e, por outro, consegui espelhar a qualidade da minha reprodução exigente e otimizada, fruto de quatro anos de trabalho de columbicultura.

Sérgio Almeida – Sawings

A Sawings, de Sérgio Almeida, conquistou o primeiro lugar Pombo Ás no FCI Grand Prix Mira 2020. “Foi um sonho de menino concretizado”, diz o columbófilo que nos últimos anos se tem dedicado à columbicultura, criando pombos com “grande índice de resistência e inteligência”. Sobre Mira, Sérgio Almeida não tem dúvidas: tem uma organização de excelência o que o torna o melhor derby realizado em Portugal e um dos melhores da Europa.

Que expetativas tinha quando decidiu inscrever este pombo-correio nos campeonatos de
Mira?

A expectativa era efetivamente alta, face ao tipo de pombos enviados para a competição
tendo como critérios de seleção barómetros de pombos ganhadores em diversos pombais de
Norte a Sul do País. Mas como em todos os desportos, a sorte tem que estar presente… a tal
estrelinha da sorte!

Que importância tem este resultado para a si?
Pessoalmente, um sonho de menino realizado. Por outro lado penso que consegui espelhar a
qualidade da minha reprodução exigente e otimizada, fruto de quatro anos de trabalho de
columbicultura.

Foi a primeira vez que esteve representado na competição de Mira? Acompanhou a
prova?

Iniciei a minha estreia em dérbis em 2018, curiosamente no Derby de Mira! Apenas participei
com um pombo conseguindo um honroso 30º na Final do Grande Prémio FCI Portugal, obtendo
o 11º Pombo Ás do Grande Prémio FCI Portugal. Acompanhei religiosamente os resultados
graças ao vosso sistema de SMS e no site da Benzing. Na altura, acabei por assistir à final com a
minha esposa no Columbódromo de Mira, tendo antecipadamente efetuado reserva no Hotel
Quinta da Lagoa e mesa para a bonita Gala que se realizou durante a noite.

Que opinião tem sobre os Campeonatos Internacionais de Columbofilia, realizados em
Mira desde 1997?

Acompanhei desde sempre os Campeonatos de Mira sem lá ter pombos. Na altura era um
miúdo estudante, e não tinha poder económico para enviar pombos para os Campeonatos de
Mira, pois a mesada dos meus pais não dava para tudo. Sempre foi um sonho de menino
enviar e ganhar, sinceramente! Sempre marquei presença neste evento pela confraternização
com amigos e colegas, e claro pelo espetacular ambiente fantástico que se vive nesta festa da
columbofilia. Arrisco-me a dizer que o Derby de Mira tem atualmente uma organização de
excelência. Na minha modesta opinião foi o melhor derby realizado em Portugal e talvez na
Europa em 2020!

Ver a imagem de origem

Arrisco-me a dizer que o Derby de Mira tem atualmente uma organização de
excelência. Na minha modesta opinião foi o melhor derby realizado em Portugal e talvez na Europa em 2020!

No futuro pretende voltar a competir em Mira?
Sim, sem duvida! É um derby muito competitivo com várias nacionalidades presentes, onde se
“mede forças” com os melhores columbófilos do Mundo.

Quais são as características que, no seu entender, mais se evidenciam nos seus pombos?
Como columbicultor tento otimizar pombos para as especialidades de Velocidade / Meio
Fundo e Fundo de várias linhas de pombos que tenho adquirido um pouco por toda a Europa.
Predominantemente os meus pombos são direcionados mais para provas de Meio-Fundo de
médias baixas. Tento “fabricar” pombos com um grande índice de resistência e inteligência
(radar), baseado nos feitos dos familiares dependendo das especialidades.

Que mensagem gostava de deixar aos columbófilos que estiveram a competir em Mira?
Nunca desistam do sonho de vencer esta competição! É uma sensação mágica e única…

Sérgio Almeida no seu pombal
Em destaque

Miguel Mestre: “Vencer o Campeonato da Europa é uma das melhores experiências de um columbófilo”

Ver a imagem de origem

Poder ganhar uma prova tão importante como o Campeonato Europeu que se realiza em Mira, com o prestígio que tem e a dificuldade que isso implica, é o sonho de muitos columbófilos europeus

Miguel Àngel Veny Mestre, vencedor do Campeonato Europa Mira 2020

Miguel Àngel Veny Mestre sagrou-se campeão da Europa em Mira 2020. A participar pela segunda vez nesta competição, diz que vencer um campeonato da europa é o sonho de muitos columbófilos e uma das melhores experiências que um apaixonado pela modalidade pode ter. Leia a entrevista que o columbófilo de Maiorca, Espanha, deu à Federação Portuguesa de Columbofilia, no rescaldo de Mira.

FPC – Que expetativas tinha quando decidiu inscrever este pombo-correio nos campeonatos de Mira?

Miguel Àngel Veny Mestre – O pombo vencedor do Campeonato da Europa era o meu pombo favorito da equipa presente em Mira. Era um pombo que já tinha qualidades excecionais de equilíbrio, asa, força, vitalidade… e foi por isso que decidi inscrevê-lo no Campeonato da Europa. Além disso, é de uma linha que me deu muitas alegrias, tanto em derbys como no meu pombal.
Por isso, registei-o com a intenção de poder ganhar o campeonato, embora sabendo da dificuldade de ganhar um campeonato europeu, frente a grandes columbófilos de toda a Europa, e como é difícil obter um bom resultado em Mira, onde competem os melhores columbófilos e pombos de grande qualidade.

Que importância tem este resultado para a si?

É o resultado mais importante da minha carreira desportiva na Columbofilia. Poder ganhar uma prova tão importante como o Campeonato Europeu que se realiza em Mira, com o prestígio que tem e a dificuldade que isso implica, é o sonho de muitos columbófilos europeus. Portanto, ser capaz de viver esse sonho é uma das melhores experiências que pode acontecer a um columbófilo.

Foi a primeira vez que esteve representado na competição de Mira? Acompanhou a prova?

Esta foi a minha segunda participação no Campeonato da Europa, em Mira. Em 2019 participei pela primeira vez e fui o 32º. Em 2020, na minha segunda participação tornei-me campeão europeu! Curiosamente, o pombo de 2019 e o de 2020 são irmãos.
Acompanhei a prova através da transmissão por Facebook. Estava entusiasmado com a possibilidade de estar presente na final, mas devido à pandemia Covid-19 não foi possível viajar para Portugal.

Que opinião tem sobre os Campeonatos Internacionais de Columbofilia, realizados em Mira desde 1997?

Os campeonatos internacionais realizados em Mira são atualmente campeonatos muito prestigiados, conhecidos em todo o mundo, e nos quais os melhores columbófilos competem.
Na minha opinião, em Mira, faz-se uma boa gestão dos campeonatos, com uma preparação muito boa dos pombos, planeando à solta, e com a melhor comunicação com os participantes. Por tudo isto, é um dos melhores derbys do circuito internacional.

Ver a imagem de origem

Os campeonatos internacionais realizados em Mira são atualmente campeonatos muito prestigiados, conhecidos em todo o mundo, e nos quais os melhores columbófilos competem.

No futuro pretende voltar a competir em Mira?

 Sim, espero estar presente em 2021 em Mira, para poder voltar a disputar o Campeonato da Europa, com a esperança de voltar a ter um bom resultado.

Quais são as características que, no seu entender, mais se evidenciam nos seus pombos?

Na minha opinião, os meus pombos são pombos que se adaptam muito bem às diferentes circunstâncias e podem alcançar um bom nível tanto em soltas rápidas como em longas e difíceis.
O meu pombal está localizado em Maiorca (Espanha), que é uma ilha, e, portanto, quando solto os pombos eles voam sobre o mar, que é um elemento que coloca uma vantagem de dificuldade para os pombos. Na nossa Columbofilia, os pombos devem ser capazes de ser rápidos quando as circunstâncias o exigem, mas também ser tenazes e resistentes quando as soltas são complicadas devido a situações climáticas adversas, que sobre o mar são mais extremas do que em terra.

Que mensagem gostava de deixar aos columbófilos que estiveram a competir em Mira?
Este ano de 2020, como é habitual, houve uma grande competição para vencer os campeonatos internacionais de Mira. Todos os columbófilos que participaram estiveram a um grande nível e permitiram que a competição em Mira fosse tão bonita. É por isso que encorajo todos os columbófilos que participaram neste 2020, e aqueles que não participaram, a participarem em 2021.

Miguel Àngel Veny Mestre no seu pombal, em Maiorca
Em destaque

Mira 2020: Mais dois lotes de pombos em leilão

A Federação Portuguesa de Columbofilia já deu início ao leilão de mais dois lotes de pombos participantes na edição 2020 dos Campeonatos Internacionais de Mira.


O Lote I está disponível até às 22H00 da próxima terça-feira, dia 1 de dezembro. O Lote J fecha à mesma hora do dia seguinte (quarta-feira, dia 2 de dezembro).

Conheça os pombos, as performances, os pedigrees e veja as fotografias em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main184.htm

Não se esqueça que se ainda não está registado como licitador na Federação Portuguesa de Columbofilia deve inscrever-se através do formulário disponível em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main181.htm


Comprove a qualidade destes exemplares provenientes de consagrados columbófilos e escolha o seu próximo campeão!

Em destaque

Federação disponibiliza mais de 70 mil euros para apoio à estrutura columbófila

Tendo em conta os tempos de incerteza que se vivem atualmente, decorrentes da pandemia Covid 19, e cumprindo a sua função de salvaguarda da modalidade, a Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) decidiu implementar um conjunto de medidas de apoio à estrutura columbófila. Para tal, vai disponibilizar uma verba superior a 70 mil euros.

A decisão foi tomada em reunião da Direção, no dia 19 de novembro, e contempla os seguintes apoios:

  1. Atribuir a todas as coletividades um subsídio no montante de 50% do valor da quota federativa paga por cada um dos seus sócios;
  2. No âmbito dos Campeonatos de Mira 2021, na Liga dos Campeões, fazer reverter para as coletividades de origem dos columbófilos, 50% do valor do leilão do respetivo borracho, sempre que o mesmo atinja um valor igual ou superior a 150€;
  3. Disponibilizar às associações distritais a plataforma de leilões on-line da FPC, que se encontra em processo de adaptação e modernização;
  4. Manter o apoio anual direto aos sócios que pontualmente passem por dificuldades financeiras.

” Esperamos que com estas medidas possamos amenizar as dificuldades financeiras de toda a estrutura columbófila. Vamos resistir, cuidando da saúde de cada um de nós, cuidaremos da saúde de todos”, afirma a Direção da FPC em comunicado que pode ser consultado na íntegra aqui.

A Direção sublinha que “este conjunto de medidas significa um grande esforço financeiro da FPC, na ordem dos 70.000 € em despesa direta, ao qual acrescerá o valor de leilões de associações e receitas dos leilões da Liga dos Campeões”.

A decisão de criar este pacote de medidas de apoio teve em conta a instabilidade causada pela Covid-19 que se deverá arrastar tendo impacto na campanha 2021. Além de dificuldades organizativas, a pandemia acarreta um conjunto de despesas adicionais às coletividades, motivado pelas necessárias medidas de proteção da saúde de cada um dos praticantes.

A Direção da FPC chama também a si a responsabilidade de estar atenta às dificuldades dos columbófilos, sendo uma das suas mais primordiais funções a salvaguarda do desporto columbófilo.

A implementação de tais medidas só é possível graças a uma “estabilidade financeira” que salvaguarda a instituição de “eventuais contratempos” e é resultado de uma “cuidada gestão”, esclarece a Direção da FPC. Muito contribui também o facto de Mira se constituir como “um enorme sucesso desportivo e económico”, com os respetivos leilões a decorrerem dentro das expectativas.

Em destaque

Lara Rodrigues: columbófila campeã aos nove anos

Foi a primeira classificada da Liga Nacional de Jovens, nos Campeonatos Internacionais de Columbofilia Mira 2020. Lara Silva Rodrigues tem nove anos, é de Pombal e já dá cartas na modalidade. A participar pela quarta vez nos campeonatos de Mira, a columbófila viu o seu pombo 0404103/20 chegar em 29º lugar da tabela geral e sagrou-se campeã nacional de jovens.

Apesar da tenra idade, a jovem que concorre pelo Grupo Columbófilo de Pombal, assim como o pai, Marco Rodrigues, mostra-se confiante nos passos que quer dar e deixa a todos palavras de incentivo para que nunca desistam da paixão pela Columbofilia.

Lara Silva Rodrigues com o pai Marco Rodrigues, também columbófilo

1- Que expetativas tinha quando decidiu inscrever este pombo-correio nos campeonatos de Mira? As espectativas … sinceramente era para ganhar o primeiro prémio, mas o derby de Mira, já nos demonstrou em anos anteriores que é muito difícil.

2- Que importância tem este resultado para a si? Este resultado é o melhor que me podia acontecer até ao momento. Fiquei muito contente!

3- Foi a primeira vez que esteve representado na competição de Mira? Acompanhou a prova? Já é o quarto ano consecutivo que participo, em 2018 obtive o terceiro lugar neste campeonato. Sim, acompanhei a prova através do Facebook e os resultados através do site da FPC. Queria também aproveitar para agradecer o envio das SMS por parte da FPC na prova final e nos treinos.

4- Que opinião tem sobre os Campeonatos Internacionais de Columbofilia, realizados em Mira desde 1997? Tenho-os acompanhado mais desde que participo, e nestes últimos anos penso que tem tido mais divulgação a nível nacional e internacional, com os diversos campeonatos que implementaram, este ano devido à situação epidemiológica foi muito bem organizado.

5- No futuro pretende voltar a competir em Mira? Sim, se nenhum imprevisto acontecer, em 2021 lá estarei.

6- Quais são as características que, no seu entender, mais se evidenciam nos seus pombos? Nos meus pombos a característica que mais se evidencia é a qualidade em provas de meio-fundo.

7- Que mensagem gostava de deixar aos columbófilos que estiveram a competir em Mira? Aos columbófilos que estiveram a competir em Mira a mensagem para os que ganharam é felicitá-los, e aos vencidos, aconselhá-los a não desistir e a competir nos anos seguintes, porque um dia há-de ser o seu!

Lara Silva Rodrigues mostra-se feliz com o resultado alcançado

Em destaque

Vencedores do FCI Grand Prix “orgulhosos” da prestação em Mira

Team JOK DK

O primeiro pombo a chegar ao Columbódromo Internacional Gaspar Vila Nova, a 24 de outubro, dia em que se disputou a grande final dos Campeonatos Internacionais de Columbofilia Mira 2020, foi o 170-1729/20, propriedade dos dinamarqueses Team JOK DK. Com uma média de 1521,2611 m/s, o pombo chegou às 12:58:04.8, sagrando-se campeão do FCI Grand Prix.

Os columbófilos dinamarqueses, que participaram este ano pela primeira vez nos Campeonatos de Mira, estão “orgulhosos” com a performance do seu atleta e com os resultados obtidos. Em entrevista à Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) deixaram a garantia que para o ano estão de regresso!

FPC – Que expetativas tinham quando decidiram enviar este pombo para participar no FCI Grand Prix Portugal?

Team JOK DK – Tínhamos a expetativa de obter um grande resultado, claro, mas neste tipo de competição tudo pode acontecer.

Que importância teve este resultado para a vossa equipa?

Estamos muito orgulhosos de vencer a final do FCI Grand Prix Portugal e de ter ficado em segundo lugar na competição por equipas. Este é um assunto de que muitos criadores dinamarqueses falam!

Foi a primeira vez que a equipa esteve representada nos campeonatos de Mira?

Sim, esta foi a primeira vez.

Acompanhou a competição?

Sim, nós seguimos sempre todas as provas em que participam pombos nossos. Acompanhámos através da transmissão por Facebook.

Qual é a vossa opinião sobre os Campeonatos Internacionais de Mira, uma organização da FPC?

Parece-nos muito bem organizado. Temos agora a expetativa de que os leilões também corram bem.

Contam voltar a participar nos Campeonatos de Mira?

Sim, vamos voltar já em 2021.

Na vossa opinião, quais são as principais qualidades dos pombos da JOK DK Team?

Os pombos que enviámos para Mira são pombos de média-longa distância.

Que mensagem gostariam de deixar a todos os columbófilos que participaram em Mira este ano?

Só podemos aconselhá-los a participar no próximo ano.

Em destaque

Mira 2020: Leilões

Já começaram a ser leiloados os pombos que participaram nos Campeonatos Internacionais de Mira 2020. Em leilão começaram por estar os 100 primeiros atletas a chegar na grande prova final, divididos em dois lotes de 50.

O Lote A encerrou às 22H00 desta terça-feira, dia 3 de novembro. O Lote B fecha esta quarta, dia 4, à mesma hora (22H00).

Para licitar, é necessário estar registado como licitador na Federação Portuguesa de Columbofilia. Nesse sentido quem pretender deve inscrever-se através do formulário disponível em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main181.htm

Os pedigrees, as fotografias, a performance e toda a informação dos pombos pode ser consultada em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main184.htm

Não perca esta oportunidade única!
Agarre já o próximo campeão!

Em destaque

Recenseamento decorre até 16 de novembro

A Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) recorda que o período de recenseamento normal dos pombos para 2021 foi alargado até ao próximo dia 16 𝙙𝙚 𝙣𝙤𝙫𝙚𝙢𝙗𝙧𝙤. A medida foi tomada pela FPC com o objetivo de minimizar os constrangimentos que poderão ser causados pelas limitações de circulação impostas pelo Governo devido à pandemia provocada pela Covid-19.

Desta forma, as coletividades poderão entregar os recenseamentos dos seus associados até à referida data, sem qualquer penalização.

Durante este período, deverá ser usado o programa RecPom 2021 para efetuar o recenseamento e o envio dos dados à FPC. As coletividades deverão aceder ao Portal do Columbófilo, utilizando a senha de acesso da coletividade, para descarregar o programa de instalação do RecPom 2021.

Consulte atentamente as circulares e documentação do recenseamento em: http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2355

Sublinhe-se que, depois de terminado o prazo do recenseamento normal, todas as operações serão realizadas no Portal do Columbófilo, incluindo o recenseamento de pombos adicionais, a transferência de pombos entre equipas, a designação de pombos e a emissão de mapas de vacinação, entre outras. Oportunamente serão divulgados os prazos e condições dessas operações.


Em destaque

Mira 2020: vídeo final

Os Campeonatos Internacionais de Columbofilia Mira 2020 realizaram-se este ano a 24 de outubro. A 23ª edição não teve a festa, a moldura humana e o convívio habituais. No entanto, a Federação Portuguesa de Columbofilia não podia deixar de honrar a modalidade, mantendo a realização do evento com as condicionantes conhecidas de todos devido à pandemia.

Veja, partilhe e comente o vídeo final!

Em destaque

Mira 2020: Primeiros 100 pombos em leilão

Já começaram os leilões dos atletas que participaram nos Campeonatos Internacionais de Mira 2020. Estão em leilão os 100 primeiros pombos a chegar na grande prova final, divididos em dois lotes de 50.

O Lote A encerra às 22H00 de terça-feira, dia 3 de novembro. O Lote B fecha à mesma hora (22H00) do dia seguinte (4 de novembro).

Não se esqueça que se ainda não está registado como licitador na Federação Portuguesa de Columbofilia deve inscrever-se através do formulário disponível em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main181.htm

Consulte os pedigrees, veja as fotografias, fique a conhecer a performance e toda a informação dos pombos. Tudo disponível em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main184.htm

Não perca esta oportunidade única! Agarre já o próximo campeão!

Em destaque

Portugal vence Campeonato Comparativo Experimental 2020

Os pombos portugueses fizeram a melhor média em duas provas, na Argentina e em Portugal

Portugal venceu o Campeonato Comparativo Experimental 2020, realizado pela primeira vez este ano. A iniciativa da AILAC – Associação Ibero Latino Americana de Columbofilia foi organizada pela Argentina e englobou o desempenho dos pombos participantes em dois eventos competitivos.

A classificação foi obtida através da média dos resultados alcançados no Derby Anual Ibero Latino Americano, no Mar del Plata, na Argentina, e no Torneio Ibero Latino Americano, disputado a 24 de outubro, no Columbódromo Internacional Gaspar Vila Nova, em Mira.

Portugal conquistou 882.32 pontos, conseguindo assim o primeiro lugar. Seguiu-se o Uruguai com 870.30 pontos, a Roménia com 867.97. Fora do pódio ficou a Argentina (4º lugar) com 866.12 pontos, o Perú (5º) com 865.05, a Colômbia (6º) com 676.50 e, na sétima posição, a Espanha com 676.32 pontos.

A ponderação é feita com base na performance, desempenho, distância percorrida e outros parâmetros dos atletas alados. As classificações foram divulgadas esta quarta-feira (dia 28 de outubro) pela organização.

A Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) orgulha-se dos resultados obtidos por Portugal que mostram a qualidade e profissionalismo dos pombos portugueses. A FPC saúda a AILAC por esta iniciativa e felicita todos os participantes, com especial relevo para os columbófilos nacionais.

Em destaque

Mira 2020 – Galeria de fotos

A final dos Campeonatos Internacionais Mira 2020, que decorreu no sábado, 24 de outubro, foi repleta de emoções, com um misto de alegria e tristeza. Alegria por continuarmos a honrar a Columbofilia portuguesa, com um evento de grande dimensão e reconhecida transparência, mas tristeza por faltar a moldura humana que é a essência, ano após ano, de Mira.

“Para o ano haverá festa em dobro!” A promessa foi deixada por José Luís Jacinto, presidente da Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC), que não quis deixar de lembrar todos os que contribuíram para fazer do evento um grande sucesso, apesar de vivermos um ano absolutamente atípico.

“Para o ano Mira será a maior festa de sempre!”, disse o responsável no encerramento dos Campeonatos. José Luís Jacinto fez ainda um apelo a todos os columbófilos para que sejam resilientes e compreensivos tendo em conta a situação atual que exige decisões e adaptações permanentes.

“A Columbofilia é muito mais do que isto. É também de todos os columbófilos anónimos que todos os dias nas suas casas preparam os pombos. A Columbofilia neste momento tem muitos desafios pela frente. Vamos ter um ano de 2021 muito difícil, porque esta pandemia não vai passar tão depressa, vamos ter mais um ano em que as decisões vão ser tomadas diariamente ou semanalmente, para isso precisamos da compreensão dos columbófilos portugueses, precisamos de resiliência e de pensar que estamos integrados num mundo que também tem problemas”, conclui o presidente da FPC.

Veja em baixo a Galeria de Fotos.

Em destaque

Portugal sagra-se campeão de Columbofilia em Mira

Portugal sagrou-se este sábado, 24 de outubro, campeão europeu de columbofilia no âmbito dos Campeonatos Internacionais que decorreram em Mira. Os pombos portugueses venceram também o Torneio Ibero Latino Americano e conquistaram o segundo lugar (individual) do FCI Grand Prix de Portugal, que conta para o ranking mundial, entre outras honrosas classificações. Portugal já não vencia um Campeonato da Europa, nem sequer ia ao pódio, há oito anos. 

 A 23ª edição dos Campeonatos Internacionais de Columbofilia – Mira 2020 decorreu no Columbódromo Internacional Gaspar Vila Nova e contou com a participação de 1100 pombos, provenientes de 28 países. 

A competição foi organizada pela Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC), em parceria com a Federação Columbófila Internacional (FCI), Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) e Câmara Municipal de Mira (CMC), contou com a participação de 1100 pombos provenientes de 28 países. 

Todos os pombos foram soltos, em simultâneo, às 08H45 deste sábado, em Paderne, no Algarve a uma distância de 385 Km do Columbódromo Internacional onde terminaram as provas.

Os pombos competiram nas seguintes provas e campeonatos: FCI Campeonato da Europa e da Europa de Jovens, onde participam seleções nacionais de países europeus que integram a FCI; o Torneio Ibero Latino Americano – com a participação de seleções nacionais de países que integram a Associação Ibero Latino Americana de Columbofilia (AILAC); o FCI Grand Prix de Portugal, que conta para o ranking mundial; bem como a Liga Nacional dos Campeões e o Campeonato Nacional de Jovens, estes últimos exclusivos para columbófilos portugueses. 

Além da vertente competitiva, os Campeonatos Internacionais de Mira são conhecidos por serem uma grande festa da columbofilia e um momento único de convívio, tendo no ano passado contado com a presença de 3.500 aficionados. Este ano, devido à pandemia, as provas foram transmitidas online, numa emissão preparada pela FPC, tendo o local sido vedado pelas autoridades para evitar ajuntamentos.

José Luís Jacinto, presidente da FPC, sublinhou que “os pombos portugueses tiveram grande relevo” na final. “A superioridade portuguesa neste campeonato é algo que me apraz registar e me enche de satisfação”, disse. 

 “Foi uma prova que nos correu muitíssimo bem. Portugal venceu o Campeonato da Europa, já não era campeão há oito anos. Tivemos também resultados muito bons nas várias competições, como o segundo lugar do FCI Grand Prix individual e seis pombos portugueses nos 10 primeiros, o que uma noção do valor da columbofilia portuguesa no panorama mundial”, concluiu.  

Classificações

Campeonato da Europa – País

Campeonato EUropa países.JPG

 Campeonato da Europa – Pombo Ás

Campeonato Europa PomboÁs.JPG

FCI Grand Prix – Pombo Ás 

FCI Pombo Ás.JPG

FCI Grand Prix – Individual 

FCI Grand Prix Individual.JPG

Torneio Ibero Latino Americano – Individual   

AILAC Individual.JPG

Torneio Ibero Latino Americano- Pombo Ás   

AILAC pombo ás.JPG

Torneio Ibero Latino Americano- País

AILAC país.JPG

As classificações completas estão disponíveis em: http://www.fpcolumbofilia.pt/mira2020/main08.htm

Toda a emissão online, com declarações de vários intervenientes, está disponível no Facebook da FPC

Em destaque

Mira 2020: Encestamento (vídeo)

Foi feito, esta sexta-feira, 23 de outubro, o encestamento dos pombos que participam nos Campeonatos Internacionais de Mira 2020. Veja o vídeo em baixo.

As listas de encestamento podem ser consultadas em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main081.htm

A Federação Portuguesa de Columbofilia preparou uma emissão online para a final, que estará no ar a partir das 11H00 de sábado, 24 de outubro. Caso as condições técnicas o permitam a solta também vai ser transmitida em direto, estando prevista para as 08H30.

As classificações finais dos campeonatos vão estar disponíveis em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main08.htm

A FPC apela a todos os columbófilos para que não se desloquem ao columbódromo. Por razões de segurança, a entrada é permitida apenas ao staff indispensável. Os acessos vão ser fechados pelas autoridades.

Pela sua segurança e pela de todos FIQUE EM CASA e assista à emissão online através do Facebook da FPC.

Em destaque

Mira 2020: Fique em casa

A Federação Portuguesa de Columbofilia está a preparar a transmissão online da final dos campeonatos internacionais de Mira 2020 para que possa assistir a tudo em segurança.

A solta, a chegada dos pombos, entrevistas, reportagens e muito mais vão fazer parte de uma emissão em direto que estará no ar a partir das 11H00.

A FPC reuniu-se com representantes da Proteção Civil, da GNR, da Autoridade de Saúde e do Município de Mira para garantir que o evento vai decorrer cumprindo a lei e as recomendações da Direção Geral da Saúde. Nesse sentido, foi decidido que os acessos ao Columbódromo vão estar encerrados, havendo uma barreira de segurança estabelecida pelas autoridades.

A Columbofilia vai dar o exemplo! Fique em casa, por si, por todos.

Em destaque

Mira 2020: Semifinal em direto

A Federação Portuguesa de Columbofilia transmite em direto a semifinal dos Campeonatos Internacionais de Columbofilia Mira 2020, a partir do Columbódromo Gaspar Vila Nova, através da sua página de Facebook.

Almerindo Mota, diretor desportivo da Federação Portuguesa de Columbofilia e responsável pelo derby, faz um balanço da situação e um comunicado importante a todos os columbófilos.

A FPC está também a preparar uma emissão inteiramente online para a grande final, no sábado 24 de outubro.

Viva a paixão da Columbofilia em segurança, sem sair de casa!

Em destaque

Mira 2020: 3ºHotSpot/ Pombo Ás

Realizou-se esta sexta-feira o treino no âmbito dos campeonatos internacionais de Mira a contar para o 3º HotSpot/ Pombo Ás.

A solta foi realizada em Vendas Novas, pelas 09H15, para uma distância de 205 km. Confira os resultados em: http://www.fpcolumbofilia.pt/mira2020/main069.htm

A Federação Portuguesa de Columbofilia felicita os vencedores e deseja a todos os participantes boa sorte para a final! Veja e partilhe o vídeo do 3º Hotspot!

Em destaque

Recenseamento 2021 até 2 de novembro

A Federação Portuguesa de Columbofilia informa que a época de recenseamento normal decorre até 2 de novembro de 2020.

Durante este período, deverá ser usado o programa RecPom 2021 para efetuar o recenseamento e o envio dos dados à FPC. As coletividades deverão aceder ao Portal do Columbófilo, utilizando a senha de acesso da coletividade, para descarregar o programa de instalação do RecPom 2021.

Consulte atentamente as Circulares e Documentação do Recenseamento em: http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2355

Sublinhe-se que, depois de terminado o prazo do recenseamento normal, todas as operações serão realizadas no Portal do Columbófilo, incluindo o recenseamento de pombos adicionais, a transferência de pombos entre equipas, a designação de pombos e a emissão de mapas de vacinação, entre outras.

Oportunamente serão divulgados, através de circular federativa, os prazos e condições dessas operações.

Em destaque

Mira 2020: 3º Hotspot adiado

Devido a circunstâncias imprevistas, como condições climáticas adversas e a época de caça (todas as quintas, domingos e feriados), o próximo treino a realizar no âmbito dos campeonatos internacionais de Mira, a contar para o 3º HotSpot / Pombo Ás, foi adiado para sexta-feira, dia 9 de outubro.

Os Campeonatos Internacionais de Mira decorrem este ano a 24 de outubro com a participação de cerca de dois mil pombos provenientes de 28 países.

Estão disponíveis as listas de pombos e equipas participantes, assim como o Calendário de Treinos e os Prémios do FCI Grand Prix 2020, ajustados à participação efetiva neste campeonato. Tudo para consultar em: http://www.fpcolumbofilia.pt/mira2020/


Lembramos que o Columbódromo Internacional Gaspar Vila Nova, em Portomar, Mira acolhe nesta edição as seguintes provas:


• FCI Campeonato da Europa e da Europa de Jovens

• Torneio Ibero Latino Americano – AILAC

• FCI Grand Prix de Portugal – Mundial RanKing

• Liga Nacional dos Campeões

• Campeonato Nacional de Jovens

Em destaque

Portugal no Campeonato do Mundo na Roménia

120354205_135596624918318_8213244969955233133_n.jpg

Uma seleção de pombos de alta competição portugueses participou no Campeonato do Mundo de Columbofilia 2020 que decorreu na Roménia e cuja final se realizou na quarta-feira, dia 30 de setembro. 

A prova foi organizada pela Federação Columbófila Internacional (FCI), em parceria com a Federação Columbófila da Roménia. A solta, de um total de 335 pombos de mais de uma dezena de países, foi feita a partir da localidade de Sopron até à cidade de Arad, numa distância de 405 quilómetros.

No Campeonato do Mundo, o primeiro pombo português chegou em 27º lugar, de um total de 95 a competir nesta prova. O atleta pertence à equipa da Associação Columbófila Distrital de Coimbra, Golden Wings. Dos pombos nacionais, o segundo a chegar, em 29º lugar, é propriedade do columbófilo Paulo Sérgio Sousa Prata, da Associação Distrital do Porto. Seguiu-se, em 55º lugar, um pombo propriedade da Team RRC, também da ACD de Coimbra, e, em 62º um atleta da equipa da ACD de Aveiro. A Roménia foi a grande vencedora da prova, sendo agora campeã do mundo de columbofilia.

Em simultâneo, decorreu também o Campeonato do Mundo de Jovens, no qual Portugal esteve igualmente representado. De um total de 61 pombos em concurso, o primeiro atleta português chegou em 41º e é propriedade da jovem columbófila Clara Emília Pereira Neto, da ACD do Porto. A Hungria sagrou-se campeã do mundo de jovens.

“Queremos dar os parabéns aos vencedores e felicitar todos participantes de uma forma geral, além de agradecer aos columbófilos portugueses que representaram o país da melhor forma possível”, afirma Almerindo Mota, diretor desportivo da Federação Portuguesa de Columbofilia.

“Foi o possível, numa prova com médias muito altas”, salienta o responsável, considerando que “é sempre uma honra para Portugal estar presente em competições como esta”.

A Columbofilia portuguesa centra agora as suas atenções nos campeonatos internacionais a decorrer em Mira a 24 de outubro e que contam com a participação de mais de um milhar de atletas de alta competição.

Em destaque

Mira 2020 – 2º Hotspot

Decorreu esta segunda-feira, dia 28 de setembro, mais um treino no âmbito dos campeonatos internacionais Mira 2020. A prova, a contar para o 2º Hotspot e Pombo Ás, teve solta em Benfica do Ribatejo para uma distância de 150 km.

O primeiro pombo a chegar pertence à equipa dinamarquesa Team Morso / Peter Mikkelsen, seguido por dois pombos alemães, o segundo classificado é propriedade de Joekel Skylights e o terceiro de Walter Thun. Confira todas as classificações em:http://www.fpcolumbofilia.pt/mira2020/main06.htm

Veja o vídeo e partilhe!

Em destaque

Final do FCI Campeonato do Mundo na Roménia

Disputa-se esta quarta-feira, 30 de setembro, a final do FCI Campeonato do Mundo Roménia 2020. Conheça a listagem do encestamento em:

https://www.oneloftrace.live/?page=8&loft_id=116&flight_id=1601379066&season_id=1


A prova final, com uma distância de 405 km, será feita a partir de Sopron para o Columbódromo de Arad.
Tendo em conta a situação atual e os constrangimentos devido à Covid-19, a chegada vai ser transmitida em direto, a partir das 09H00 em Portugal (11H00 na Roménia) na página de Facebook do Campeonato do Mundo. Acompanhe tudo em:

https://www.facebook.com/World-Championship-FCI-Romania-2020-102612921550022/


A Federação Portuguesa de Columbofilia felicita todos os participantes e deseja-lhes as maiores felicidades, em particular aos atletas que representam as cores da bandeira nacional.

Em destaque

Mira 2020: Roménia vence 1º Hotspot

Os “atletas” que participam nos campeonatos internacionais de Mira continuam a demonstrar uma grande forma física. Decorreu, a 22 de setembro, mais um treino, a partir de Fátima, para uma distância de 105Km, e já a contar para o 1ºHotspot e Pombo Ás.

Destaque para a Team Florea Sorín / C, da Roménia, que ficou em primeiro lugar, seguida pelo português David Barros Madeira, em segundo, e Wings to Win, da Alemanha, em terceiro.

Todos os resultados podem ser conferidos em: http://www.fpcolumbofilia.pt/mira2020/main06.htm

O próximo treino, agendado para 28 de setembro, será a partir de Benfica do Ribatejo, para uma distância de 150km, e conta para o 2º Hotspot e para o Pombo Ás.

Em destaque

Portugal representado no Campeonato do Mundo na Roménia

Columbódromo Arad, Roménia

Portugal está a participar, com uma seleção de pombos, no Campeonato do Mundo de Columbofilia a decorrer na Roménia.Os “atletas portugueses” competem no Campeonato do Mundo e no Campeonato do Mundo de Jovens.

A competição arrancou com um total de 1111 pombos inscritos, estando a grande final agendada para o próximo dia 30 de setembro. A prova, com uma distância de 405 km, será feita a partir de Sopron para o columbódromo de Arad.

Acompanhe os resultados dos treinos e dos hotspots já realizados em: https://www.oneloftrace.live/?page=3&loft_id=+116

Aceda também à informação sobre os campeonatos disponibilizada pela federação romena de Columbofilia em: http://www.columbodromarad.ro/home/en/A Federação Portuguesa de Columbofilia saúda todos os participantes, com especial orgulho na seleção nacional à qual deseja boa sorte!

A prova final está marcada para 30 de setembro
Em destaque

Regulamento para a prática desportiva na Columbofilia – Covid19

A Federação Portuguesa de Columbofilia informa que, em cumprimento da Orientação 0036/2020, de 25/08/2020, da Direcção-Geral da Saúde, elaborou e publicou o Regulamento para a Prática Desportiva na Columbofilia – Covid-19, disponível em:

http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2352

O documento visa orientar e implementar medidas específicas e contextualizadas para a prática do desporto columbófilo, em ambiente de treino e de competições, em conformidade com o risco de transmissão e exposição à Covid-19.

As normas do Regulamento aplicam-se a todas as coletividades, clubes, associações distritais e regionais, columbódromos e seus proprietários, promotores de espetáculos desportivos e organizadores de competições desportivas, agentes desportivos e funcionários de apoio que, a qualquer título ou por qualquer motivo, exerçam funções ou desempenhem a sua atividade no âmbito das competições tuteladas pela Federação Portuguesa de Columbofilia.

O documento contempla regras para treinos e competições, encestamentos, entregas de constatadores, gestão de columbódromos, carregamentos, transporte de pombos e delegados de solta. É ainda incluída a referência ao plano de contingência e ao termo de responsabilidade, bem como ao impedimento da presença de público nos eventos desportivos e à forma de atuar perante a existência de um caso suspeito.

De referir que a Columbofilia é considerada uma modalidade de baixo risco, de acordo com o algoritmo de estratificação constante do Anexo 2 da referida Orientação n.º 036/2020 da DGS que pode ser consultada em:

https://www.dgs.pt/normas-orientacoes-e-informacoes/orientacoes-e-circulares-informativas/orientacao-n-0362020-de-25082020.aspx

Mantenha-se atualizado em relação aos procedimentos a seguir.

A segurança de todos está nas mãos de cada um!

Em destaque

Mira 2020 – 6º Treino de Preparação

Os pombos participantes nos campeonatos internacionais de Mira realizaram o 6º Treino de Preparação. A solta foi feita em Soure, esta segunda-feira, para uma distância de 55 quilómetros.

Veja todos os resultados em: http://www.fpcolumbofilia.pt/mira2020/main065.htm

Lembramos que até quinta-feira, dia 10 de setembro, os pombos que participam no Campeonato da Europa, Campeonato da Europa de Jovens, Torneio Ibero Latino Americano de Columbofilia, Liga Nacional e Campeonato Nacional de Jovens ainda podem ser ativados para participar no FCI Grand Prix – Portugal Mundial Ranking.

A taxa de inscrição é de 100€ por pombo. O pagamento pode ser feito em numerário, cheque ou por transferência bancária, mediante envio de comprovativo para geral@fpcolumbofilia.pt, com os seguintes dados:

SANTANDER TOTTA” BANK [Fernão Magalhães – Coimbra]

IBAN: PT50 0018 0001 0020 1825 8075 2

BIC: TOTAPTPL

Em jogo estão prémios monetários num valor total superior a 30.000 euros, sendo que o primeiro classificado pode levar para casa um montante de mais de 13.000 euros.

Em destaque

Mira 2020 – 5º Treino de Preparação

No âmbito dos campeonatos internacionais de Mira realizou-se esta segunda-feira, 31 de agosto, o 5º Treino de Preparação.

A solta foi feita, às 09H00, na Carapinheira, no concelho de Montemor-o-Velho, para uma distância de 30 quilómetros.

Veja todos os resultados em:
http://www.fpcolumbofilia.pt/mira2020/

Veja também e partilhe a reportagem da solta!

Em destaque

Está online o leilão da S. Columbófila Riba-Ul

Está no ar mais um Leilão Online!

O leilão, da Sociedade Columbófila Riba-Ul, conta com 54 borrachos oferecidos por columbófilos não só do distrito de Aveiro como de todo o país.

Conheça-os na plataforma que a Federação Portuguesa de Columbofilia disponibiliza às coletividades e associações http://www.fpcolumbofilia.pt/LeilaoRibaUl/

Aprecie os pombos através das fotografias e escolha o seu próximo campeão!

Está tudo à distância de um clique até às 22H00 de sexta-feira (4 setembro).

Em destaque

Federação já está na nova sede em Mira

Inicia-se esta segunda-feira, 31 de agosto, uma nova era da Federação Portuguesa de Columbofilia com a mudança para a nova sede, em Mira.

Lembramos que a nova morada é :

Rua do Matadouro, Valeirinha, 2ºandar, salas 208-210

3070-436 Mira

O telefone passa a ser o 231 247 029. Os endereços de email e restantes contactos digitais mantém-se inalterados.

Veja a reportagem!

Em destaque

Mudança da FPC para Mira e novos contactos

A Federação Portuguesa de Columbofilia funciona, a partir de segunda-feira, dia 31 de agosto, na nova sede, em Mira.

Os novos contactos são:

Rua do Matadouro, Valeirinha, 2ºandar, salas 208-210 

3070-436 Mira 

Telefone: 231 247 029

O endereço de email mantém-se geral@fpcolumbofilia.pt

Conforme foi anunciado em janeiro deste ano, a mudança da sede da FPC para o edifício Mira Center – Centro de Ciência e Iniciativas Empresariais de Mira foi aprovada por unanimidade em congresso extraordinário. 

O novo espaço, amplo e iluminado, que conta com vários serviços de apoio, como sala de reuniões e refeitório, vai ao encontro das necessidades da Columbofilia atual que se quer cada vez mais moderna.

Em destaque

Mira 2020: 3º Treino de Preparação

Realizou-se esta terça-feira, dia 25 de agosto, o 3º treino de preparação dos pombos que participam nos campeonatos internacionais de Mira, marcados para 24 de outubro.

A solta foi feitas às 09H15 a partir da localidade de Febres, no concelho de Cantanhede, com uma distância de 12 quilómetros.

Conheça todos os resultados em: http://www.fpcolumbofilia.pt/mira2020eng/main06.htm

Veja o vídeo da solta no canal Youtube da Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC)

Acompanhe as redes sociais da FPC e fique a par de todas as novidades sobre Mira 2020.

Em destaque

Mira 2020: Ativação de pombos até 10 de setembro

Até ao dia 10 de setembro, os pombos que participam no Campeonato da Europa, Campeonato da Europa de Jovens, Torneio Ibero Latino Americano de Columbofilia, Liga Nacional e Campeonato Nacional de Jovens ainda podem ser ativados para participar no FCI Grand Prix – Portugal Mundial Ranking.


A taxa de inscrição é de 100€ por pombo. O pagamento pode ser feito em numerário, cheque ou por transferência bancária, mediante envio de comprovativo para geral@fpcolumbofilia.pt, com os seguintes dados:

SANTANDER TOTTA” BANK [Fernão Magalhães – Coimbra]

IBAN: PT50 0018 0001 0020 1825 8075 2

BIC: TOTAPTPL

Em jogo estão prémios monetários num valor total superior a 30.000 euros, sendo que o primeiro classificado pode levar para casa um montante de mais de 13.000 euros.

Consulte todas as condições em: http://www.fpcolumbofilia.pt/mira2020/

Acompanhe os treinos e todas as novidades sobre os campeonatos internacionais de Mira, com reportagens em vídeo, através das redes sociais da Federação Portuguesa de Columbofilia.

.

Em destaque

Mira 2020: Pombos fazem treino de cesto

A Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) deu início aos treinos oficiais no âmbito dos campeonatos internacionais de Mira 2020, com um treino de cesto realizado esta quarta-feira.

A solta foi feita num local próximo do Columbódromo Internacional Gaspar Vila Nova. Os pombos encontram-se de boa saúde e em excelente condição física, como explicou o diretor desportivo da FPC, Almerindo Mota.

Veja o vídeo com a reportagem completa:

Em breve será feita mais uma solta de controlo e nas próximas semanas será dado cumprimento ao calendário de treinos estabelecido e que pode consultar em: http://www.fpcolumbofilia.pt/mira2020#mira2020#columbofilia

Em destaque

Campeonatos Internacionais de Mira 2020

Os Campeonatos Internacionais de Mira decorrem este ano a 24 de outubro com a participação de cerca de dois mil pombos provenientes de 28 países.

Já estão disponíveis as listas de pombos e equipas participantes, assim como o Calendário de Treinos e os Prémios do FCI Grand Prix 2020, ajustados à participação efetiva neste campeonato. Tudo para consultar em: http://www.fpcolumbofilia.pt/mira2020/
Lembramos que o Columbódromo Internacional Gaspar Vila Nova, em Portomar, Mira acolhe nesta edição as seguintes provas:


• FCI Campeonato da Europa e da Europa de Jovens

• Torneio Ibero Latino Americano – AILAC

• FCI Grand Prix de Portugal – Mundial RanKing

• Liga Nacional dos Campeões

• Campeonato Nacional de Jovens


Terminada a fase de receção dos pombos participantes nos campeonatos, foi efetuado o registo informático e colocação dos chips com a alocação de toda a informação inerente aos respetivos atletas e proprietários. Iniciou-se depois a fase de adução e já esta semana será feita uma solta de controlo.

Veja um vídeo captado durante a fase de adução, no Facebook da FPC:

Em destaque

FPC disponibiliza plataforma de leilões online

A Federação Portuguesa de Columbofilia acaba de lançar um novo projeto, através do qual disponibiliza às associações e coletividades a sua plataforma online para a realização de leilões.

Além do suporte tecnológico, com esta nova valência, a FPC disponibiliza também todo o apoio logístico, através dos seus serviços, bem como a divulgação e comunicação dos leilões.

Para o diretor desportivo da FPC, Almerindo Mota, “esta é uma forma da Federação apoiar a estrutura e ajudar à dinamização das associações e das coletividades”. A intenção, acrescenta ainda o responsável, é que “todos possam usufruir da plataforma e dos serviços da Federação”, tendo sempre em mente o objetivo de “valorizar a apoiar a columbofilia nacional”.

Através da plataforma, os columbófilos podem, entre outras opções, consultar as informações e palmarés dos pombos em leilão, bem como ver as fotografias e conhecer os respetivos pedigrees.

O projeto “Leilões Online” acaba de estrear e já está a decorrer o leilão de borrachos que participaram no Derby ACD Aveiro 2020, onde se incluem os pombos participantes na Liga dos Campeões Aveirenses.

São 134 pombos, divididos em dois lotes de 67 exemplares. O lote A está em licitação até às 22H00 do dia 4 de agosto e o Lote B até à mesma hora do dia seguinte.

Aceda ao leilão em http://www.fpcolumbofilia.pt/LeilaoACDAveiro/

Em destaque

Anilhas oficiais 2020 com anomalias

Chegou ao conhecimento da Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) a existência de anomalias com as anilhas oficiais de 2020, nomeadamente a perda de cor de alguns dígitos e a existência de anilhas duplicadas. Nesse sentido, a Direção da FPC emitiu um comunicado onde informa todos os columbófilos que a situação já foi reportada ao fabricante para que sejam tomadas as diligências necessárias no sentido de eliminar problemas similares na produção das anilhas para 2021.


Relativamente às anilhas de 2020 com anomalias, a FPC irá analisar e solucionar as situações caso a caso, procedendo à troca de anilhas defeituosas ou ao reanilhamento de pombos, conforme necessário.

Assim, a Federação solicita aos columbófilos que tenham verificado as anomalias referidas que contactem os serviços da FPC para dar conhecimento da situação, para posterior tratamento. No caso de anilhas ainda não utilizadas, deverão remetê-las de forma a poderem ser substituídas.


Os casos deverão ser apresentados à FPC até ao final do mês de setembro de 2020. No
decurso do mês de outubro serão dadas indicações aos associados para solucionar as referidas anomalias.

Leia aqui o comunicado oficial da FPC.

Em destaque

Alterações na época desportiva 2021

A Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) decidiu ouvir os columbófilos, através de um inquérito divulgado no Facebook , sobre o futuro da columbofilia durante e após a pandemia de Covid-19. Nesse sentido, e depois de analisar as respostas dos participantes, foram tomadas algumas decisões relativas à época desportiva 2021.

No referido questionário, foram sugeridas várias alterações ao modelo desportivo. No entanto, e independentemente do mérito das ideias recolhidas, a Direção da FPC entende que, no atual contexto de contenção financeira, seria um contrassenso implementar todas estas medidas, parte das quais envolvem mais custos para os concorrentes e para a estrutura columbófila. Ainda assim, a FPC reconhece que é possível fazer alterações pontuais, no sentido de aproximar o modelo competitivo às pretensões transmitidas pelos columbófilos.

A Direcção da FPC decidiu, então, retirar o limite de 130 pombos por equipa e alterar o número limite de pombos a enviar a fundo, no campeonato do columbófilo, de 15 para 20 (modelo 25-25-20).

Além disso, a Direção da FPC manter-se-á atenta às necessidades da estrutura columbófila para que os columbófilos possam continuar a concorrer em condições de segurança sanitária e, sempre que necessário, colocará os bens angariados no projeto Asas Solidárias à disposição dos que deles necessitem.

A FPC está ainda a analisar e estudar formas de mitigar as dificuldades financeiras dos columbófilos mais afetados pela conjetura económica decorrente da pandemia.

RESULTADOS DO QUESTIONÁRIO ONLINE

Futuro da Columbofilia durante e após a pandemia COVID-19

Durante cerca de três semanas, a Federação Portuguesa de Columbofilia colocou online o questionário “O Futuro da Columbofilia durante e após a pandemia COVID-19”, com o intuito de recolher a opinião dos columbófilos sobre formas de ultrapassar os novos desafios que se colocam à modalidade e reforçar a competitividade do desporto nos próximos anos.

Das respostas recolhidas, destacam-se as seguintes temáticas, com maior número de referências:

  • Cuidados sanitários para evitar a propagação da Covid-19;
  • Aumento do número de provas, com vista ao estabelecimento de campeonatos de especialidade (com eventual manutenção do campeonato geral, através de designação de provas);
  • Redução de custos para os sócios;
  • Igualar o número de pombos a enviar por especialidade;
  • Retirar o limite de 130 pombos por equipa;
  • Realização de mais provas nacionais (possivelmente com soltas distintas);
  • Terminar ou limitar o número de pombos extra a contar para o pombo ás e/ou pombos a treino

Nos gráficos em baixo, pode visualizar o perfil dos participantes:

A FPC agradece a todos os que se disponibilizaram a colaborar e continuará atenta às necessidades de todos os columbófilos tendo em vista o engrandecimento da modalidade.

Em destaque

Sala Joaquim Lopes na nova sede da FPC

A Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) deliberou, em Assembleia Geral, atribuir o nome Joaquim Lopes, Diretor de Serviços da instituição, falecido no passado dia 5 de março, a uma das salas da nova sede social, localizada em Mira.

Joaquim Lopes tinha 60 anos e estava na FPC desde 1989. Dedicou 30 anos à Columbofilia de forma absolutamente competente, perspicaz e apaixonada.

“É um tributo que nós columbófilos devemos prestar à pessoa que, de há muitos anos para cá, mais trabalhou, bem, em prol da Columbofilia”, referiu José Luís Jacinto, presidente da FPC ao propor a nomeação da sala.

“Foi uma pessoa que me habituei a admirar pela capacidade que tinha de juntar e não dividir, pela capacidade que tinha de avaliar cada situação e, sem se impor, apontar o melhor caminho, sugerindo soluções, de uma forma conhecedora e tranquila”, acrescentou o responsável.

Para José Luís Jacinto, “o grande sucesso da Federação deve-se muito ao Joaquim Lopes” e, nesse sentido, a atribuição do seu nome a um dos espaços da nova sede social é “um pequeno símbolo, da gratidão de todos” e uma forma de “contribuir para que seja perpetuado no seio dos columbófilos”.

A proposta da direção da FPC foi votada em assembleia e aprovada por unanimidade com aclamação por sugestão de Lusitano Espinhal, presidente da direção da Associação Columbófila do Distrito de Coimbra.

Refira-se que em janeiro deste ano, a FPC assinou um contrato de arrendamento com a Câmara Municipal de Mira, tendo em vista a mudança da sede social de Coimbra para o Mira Center.

Na altura, José Luís Jacinto considerou a mudança de Coimbra para Mira como “um marco funcional para a melhoria da qualidade dos serviços e atividades desenvolvidas pela Federação, com vista ao engrandecimento do desporto columbófilo”.

Já Raul Almeida, autarca de Mira sublinhou que a instalação da FPC em Mira permitiu o aumento de 10 postos de trabalho.

Recorde o vídeo de homenagem da FPC a Joaquim Lopes

Em destaque

Pensar a Columbofilia pós Covid-19: FPC lança inquérito

Reconhecendo que a pandemia provocada pela Covid-19 colocou novos desafios à prática da modalidade, a Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) preparou um questionário para que todos os columbófilos possam dar o seu contributo.

A FPC acredita que este é “o tempo de pensar o futuro da Columbofilia” e apela à participação de todos os columbófilos.

Como ultrapassar os desafios pós Covid-19 e reforçar a competitividade do desporto columbófilo nos próximos anos são algumas das questões em análise. A intenção da FPC é que as opiniões fundamentadas e construtivas sejam apresentadas publicamente e discutidas em Congresso.

O inquérito, que poderá respondido sob anonimato se os participantes assim o entenderem, está disponível em: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSed9WlajwLuhUPxU_4YJb5ErLDp2VplubRfP3YGU05kzJiUwA/viewform

Com esta iniciativa, a FPC pretende não só alargar a discussão sobre o futuro do desporto columbófilo, mas também permitir o envolvimento de todos em decisões que serão fundamentais para a forma como a modalidade vai encarar os desafiantes tempos que se avizinham.

Em destaque

Columbofilia regressa à competição

A Resolução do Conselho de Ministros n.º 40-A/2020, de 29 de Maio, veio permitir o regresso à competição a partir de 1 de Junho de 2020, depois da interrupção devido à pandemia de Covid-19. Nesse sentido, devendo assegurar-se o cumprimento das regras previstas na legislação em vigor, bem como as determinadas pelas orientações da Direcção-Geral da Saúde (DGS).

Em comunicado emitido esta quarta-feira, 3 de Junho, a Federação Portuguesa de Columbofilia informa que “prestará toda a colaboração que se revelar útil às Associações e Coletividades nesta fase de adaptação, principalmente para a identificação das ações necessárias para mitigar a propagação da pandemia”.

A FPC divulgou ainda o Plano de Contingência atualizado, que está disponível em:
http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2338

E as orientações da Direcção-Geral da Saúde, afirmando que devem ser “escrupulosamente seguidas”:
http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2339

No documento, a Direção da FPC salienta que as orientações divulgadas não substituem a legislação em vigor e as regras e orientações que vão sendo publicadas pela Direção-Geral da Saúde, recomendando a todos o acompanhamento permanente do site da Direção-Geral da Saúde.

A FPC aproveita ainda para desejar “um feliz regresso à competição columbófila, relembrando que cabe a todos garantir o cumprimento das regras de saúde pública”.

Em destaque

Olimpíadas adiadas para 2022

A Federação Columbófila Internacional (FCI) comunicou à Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) a decisão de adiamento das XXVII Olimpíadas de Columbofilia, previstas para janeiro de 2021, estando agora a sua realização calendarizada para janeiro de 2022, na Roménia.

A decisão deve-se ao atual contexto causado pela pandemia de Covid-19, que tem levantado constrangimentos aos desporto columbófilo em todo o mundo.

A FCI informou que os ajustes às fórmulas de apuramento ainda estão em estudo, sendo possível que o cálculo venha a ter em conta as classificações obtidas nos anos 2019 e 2021, em substituição dos habituais dois anos que antecedem as olimpíadas.

Destacando o período difícil que a columbofilia atravessa em todo o mundo, com o cancelamento de provas, o presidente da FCI, Istvan Bardos, considera que a organização do Campeonato Mundial FCI em Arad, na Roménia, e do Campeonato Europeu FCI em Mira, Portugal, é o primeiro raio de esperança para o desporto, depois de meses em que todos os esforços se concentraram em lutar contra o vírus e salvar vidas.

“O vírus e a pandemia fizeram-nos perceber que não estamos sozinhos, que nos apoiamos e que a solidariedade entre os columbófilos e os líderes das federações é muito forte”, conclui o responsável máximo da FCI, sublinhando que agora é tempo “da FCI e das federações nacionais prepararem a Columbofilia pós-Covid-19”.