Em destaque

Leilão Solidário para ajudar ACD Braga a recuperar camião que sofreu acidente

A Associação Columbófila do Distrito (ACD) de Braga vai promover, com o apoio da Federação Portuguesa de Columbofilia, um leilão solidário para ajudar a recuperar o camião que sofreu um acidente, na A2, em março deste ano.

Veja neste vídeo como pode ajudar!

Leia o comunicado da ACD Braga na íntegra em: http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2443

Recorde o acidente nesta notícia: https://press.fpcolumbofilia.pt/2021/03/29/acidente-com-camiao-da-acd-braga/

Em destaque

Valência 2021- Vídeo final

Recorde o Campeonato de Fundo Nacional de Columbofilia – Valência 2021 neste vídeo documental que a Federação Portuguesa de Columbofilia preparou.


Esta prova, a 22 de maio, marcou o regresso da Columbofilia nacional às grandes provas, após um ano difícil e profundamente marcado pela pandemia de Covid-19.

Com a inscrição de mais de 60 mil pombos-correio, em representação das 14 associações distritais, dos 400 clubes e 8.000 columbófilos, a solta teve lugar junto ao autódromo Ricardo Tormo, em Cheste (Valência).


As classificações provisórias da prova estão disponíveis em: http://www.fpcolumbofilia.pt/FundoNacional2021/main11.htm

Veja o vídeo e partilhe!

Em destaque

Pombos portugueses recuperados na Galiza

Almerindo Mota, diretor desportivo da FPC, a receber um pombo-correio de um polícia da Galiza

Almerindo Mota, diretor desportivo da Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC), deslocou-se este domingo, dia 20 de junho, à Galiza, Espanha, para recolher pombos-correio que estavam perdidos. Foram recolhidos 166 pombos dos distritos de Aveiro, Braga, Coimbra, Faro, Lisboa, Porto e Viana do Castelo.

Vários columbófilos mobilizaram-se para ajudar os pombos-correio portugueses

O responsável da FPC foi acompanhado por Paulo Silva, motorista de longo curso, da zona do Porto, que muito tem colaborado na recuperação de pombos-correio ao longo dos anos e a quem a federação expressa os maiores agradecimentos. A FPC agradece penhoradamente às autoridades da Galiza, bem como a todos os columbófilos que se mobilizaram para que fosse possível devolver aos seus pombais estes pombos-correio, especialmente a Alfonso Pozaco (Porriño), Enrique García (Vigo), Antonio Camilo Pereiro (Gondomar/Nigrán/Bayona), Enrique Freire (Pontevedra), Derby Rías Baixas, Carlos Balboa (Salnés), Daniel Santiago Rodríguez Dopazo (Santiago) e Manuel Fernández Mallo (Coruña).

A FPC agradece a todos os que colaboraram na recuperação dos pombos-correio nacionais

Os pombos-correio foram separados, alimentados e abeberados (veja o vídeo). Vão ser entregues pela FPC às associações distritais que os farão chegar aos seus proprietários. Continuam a ser localizados pombos-correio na zona da Galiza. A FPC fará todas as diligências necessárias para garantir o seu regresso a casa.

Em destaque

Clássica de Barcelona adiada para 3 de julho

A Direção da Federação Portuguesa de Columbofilia, sensível às solicitações de várias associações distritais, decidiu adiar a Clássica de Barcelona, inicialmente marcada para o próximo dia 2 de julho, para o dia seguinte – 3 de julho (sábado).

As inscrições devem ser enviadas por email para desporto@fpcolumbofilia.pt, impreterivelmente até às 12H00 do dia 21 de junho.

Esta prova é aberta à participação de todos os columbófilos federados na FPC, cada um poderá enviar no máximo 20 pombos. A clássica será organizada pela FPC com a colaboração das associações distritais e coletividades.

O encestamento está previsto para o dia 1 de julho.

O regulamento da prova está disponível em: http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2353.

Em destaque

Candidaturas ao Programa Nacional Desporto para Todos

A Federação Portuguesa de Columbofilia informa que estão a a decorrer até ao próximo dia 11 de junho as candidaturas ao Programa Nacional Desporto para Todos – PNDpT 2021+, destinado a clubes desportivos, associações promotoras do desporto e outras entidades cujo objeto compreenda ou capacite o desporto de base em Portugal.

O Programa Nacional de Desporto para Todos (PNDpT) foi elaborado de acordo com as orientações internacionais do movimento «Desporto para Todos» e adota a definição consagrada na «Carta Europeia do Desporto», na qual se entende por Desporto, «todas as formas de atividades físicas que, através de uma participação organizada ou não, têm por objetivo a expressão ou a melhoria da condição física e psíquica, o desenvolvimento das relações sociais ou a obtenção de resultados na competição a todos os níveis».

Assenta o seu enquadramento conceptual na Constituição da República Portuguesa, bem como na Lei de Bases da Atividade Física e do Desporto (Lei n.º 5/2007, de 16 de Janeiro) e num conjunto alargado de orientações institucionais internacionais publicadas pela União Europeia e o pelo Conselho da Europa, Nações Unidas, Organização Mundial de Saúde e Comité Olímpico Internacional. Tem como objetivo a promoção da generalização da prática desportiva, para a qual define um conjunto de objetivos e metas a atingir no contexto do «Desporto para Todos», assumindo como visão uma população mais ativa, adotando estilos de vida saudáveis promotores de uma melhoria da saúde, qualidade de vida e bem-estar.

O programa constitui-se como uma medida de âmbito estrutural que visa apoiar programas desportivos que promovam a generalização da prática desportiva, de âmbito informal, recreativa ou competitiva (não federada), entendida como uma atividade determinante na formação e no desenvolvimento integral dos/as cidadãos/ãs e da sociedade em geral.


Todas as informações sobre o programa e como pode apresentar candidatura em podem ser consultadas em: Programa Nacional de Desporto para Todos – IPDJ.

Em destaque

Valência 2021 – Solta

Realizou-se na manhã de sábado, 22 de maio, a solta da Clássica de Valência, a partir de Valência del Cid, em Espanha.

Hora de solta – 06H45

Condições – Céu nublado, vento quadrante leste fraco

Orientação – Excelente

Acompanhe o Facebook da Federação Portuguesa de Columbofilia e fique a par de tudo sobre a prova rainha da Columbofilia nacional, vídeos, entrevistas, intervenções e diretos.

Em destaque

Valência 2021: Informação importante

Na prova nacional de fundo, que terá lugar no sábado, dia 22 de maio, os concorrentes deverão comunicar a chegada do 𝐩𝐫𝐢𝐦𝐞𝐢𝐫𝐨 𝐩𝐨𝐦𝐛𝐨 à Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC). Só deverá ser comunicado o primeiro pombo chegado de cada concorrente.

A comunicação poderá ser feita:

🔵 Através de formulário on-line na página inicial do site da FPC: www.fpcolumbofilia.pt. As instruções para o preenchimento estão disponíveis em: http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2440

🔵 Por telefone, através do número 𝟮𝟯𝟭 𝟬𝟬𝟭 𝟬𝟱𝟯

Em qualquer dos casos, deverá indicar:

✔ Número de Licença Federativa

✔Nome

✔PIN de Segurança

✔Número da anilha oficial do pombo chegado

✔Hora de constatação do mesmo

O 𝐏𝐈𝐍 𝐝𝐞 𝐒𝐞𝐠𝐮𝐫𝐚𝐧ç𝐚 é um elemento de proteção para assegurar a legitimidade das comunicações, composto por um código de 4 dígitos específico para cada concorrente. No dia 20 de maio serão enviadas mensagens SMS para todos os concorrentes a informar do respetivo PIN de Segurança. O PIN de Segurança pode também ser consultado pelos concorrentes, a partir dessa data, no Portal do Columbófilo: columbofilo.fpcolumbofilia.pt.

Toda a informação relativa aos procedimentos para Columbófilos, Clubes, Associações e Federação no que respeita à prova nacional de fundo, a realizar este sábado, está disponível para consulta em: http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2439

A responsabilidade de organização e coordenação da prova nacional de fundo Valência 2021 caberá à Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC), contudo sem a mobilização e participação dos columbófilos, o trabalho dedicado dos dirigentes dos clubes e o esforço e empenho organizativo das associações distritais não será certamente possível repetir o impacto desportivo e mediático destas iniciativas. Provas como a de Valência tornaram-se emblemáticas mobilizando e atraindo milhares de pessoas, columbófilos e não columbófilos.

A FPC apela à máxima colaboração e mobilização de toda a estrutura associativa e à participação dos columbófilos, pautada pelo fair-play, nesta importante prova, consciente que só esta envolvência coletiva garantirá o êxito da iniciativa e a projeção da columbofilia nacional aos mais altos patamares.

Em destaque

Valência 2021: 50 mil pombos-correio voam de Espanha para Portugal

A Federação Portuguesa de Columbofilia organiza no próximo sábado, dia 22 de maio, a maior solta de pombos-correio da Europa.

São 50 mil pombos-correio de competição, em representação de 14 associações distritais, 400 clubes e 8.000 columbófilos que vão partir de Portugal, na próxima quinta-feira, dia 20, até Valência del Cid, em Espanha, em camiões devidamente preparados para garantir o bem-estar dos “atletas”.

Os pombos serão soltos, no sábado, dia 22 de maio, de manhã, junto ao autódromo Ricardo Tormo, em Cheste (Valência).

A prova de Valência é uma competição que desperta o interesse de praticantes de todo o mundo, sendo de grande exigência e espetacularidade. Os pombos-correio atravessam o território ibérico, percorrendo uma distância média de 750 km (8 a 10 horas de voo) até chegarem aos seus pombais. Pelas suas caraterísticas, é a maior solta e uma das maiores provas de longa distância disputada no espaço europeu.

Acompanhe as redes sociais da FPC para ficar a par de todas as novidades sobre Valência 2021.

Entretanto, recorde a magnífica solta de 20 de maio de 2017, em Albuixech, Valência

Em destaque

Coordenadores & Delegados de Solta: José Carlos

No âmbito da rubrica “Coordenadores & Delegados de Solta” lançada recentemente pela Federação Portuguesa de Columbofilia, foi entrevistado o coordenador de solta do Porto, José Carlos.

Veja aqui a entrevista! A Columbofilia faz-se com todos. Todos têm um papel e uma palavra a dizer!

Ao longo desta época desportiva, a FPC irá publicar várias entrevistas a diferentes intervenientes da estrutura columbófila de Norte a Sul do país. Acompanhe!

Em destaque

Mira 2021: Tudo a postos!

O Columbódromo Gaspar Vila Nova está preparado para receber os campeões!

Os pombais foram limpos e desinfetados e aguardam a chegada dos pombos participantes nos Campeonatos Internacionais Mira 2021.

O período de receção decorre de 1 de abril a 15 de junho.

Saiba tudo em: /www.fpcolumbofilia.pt/mira2021

Veja aqui o vídeo!

Em destaque

Comunicado relativo às declarações do PAN

A Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) vem repudiar publicamente as declarações da líder parlamentar do PAN, Inês Sousa Real, nas quais mistura, com profundo desconhecimento, o infeliz acidente que envolveu um camião de transporte de pombos para uma prova de Columbofilia, ocorrido no domingo, com o tiro aos pombos.

A FPC emitiu um comunicado oficial, que aqui se reproduz na íntegra, e que já fez chegar aos grupos parlamentares, e a diversas outras entidades, como a Secretaria de Estado do Desporto e da Juventude, a Confederação do Desporto de Portugal, o Instituto Português do Desporto e Juventude, a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, entre outros.

Perante estas declarações do PAN, a FPC insurge-se na defesa de toda a sua estrutura que diariamente pugna pelo bem-estar dos pombos-correio, animais que respeita e admira.

Leia o comunicado oficial aqui:

Em destaque

Acidente com camião da ACD Braga

Um camião da Associação Columbófila do Distrito de Braga, que transportava pombos para a prova de domingo e se dirigia para Santa Margarida do Sado (Ferreira do Alentejo), despistou-se durante a madrugada na autoestrada A2, na zona da Marateca, e tombou ficando imobilizado na vala lateral da via. Ambos os motoristas ficaram feridos, um deles já teve alta hospitalar e o outro permanece internado, embora não corra risco de vida. A maioria dos pombos sobreviveu ao acidente.

A Federação Portuguesa de Columbofilia vem expressar a sua solidariedade para com a ACD Braga e os seus columbófilos, desejando rápidas melhoras aos motoristas envolvidos.

A FPC agradece a onda de solidariedade e de apoio que de imediato se gerou em toda a estrutura columbófila, nomeadamente da ACD Setúbal, da de Viana e da do Porto que mobilizaram pessoas para o local.

Um agradecimento especial aos Bombeiros Águas de Moura que prestaram todo o auxílio aos motoristas e pombos. Depois de assistirem os condutores, os bombeiros continuaram a acompanhar os pombos, nomeadamente fornecendo-lhes água e tudo o que foi necessário para o bem estar dos animais. A FPC ficará para sempre grata.

A FPC vem ainda reconhecer a aplaudir todas as entidades que estiveram envolvidas no complexo processo de recolha e resgate dos pombos, assim como todas as entidades que se têm demonstrado solidárias para com a ACD Braga.

APELO

Uma vez que alguns pombos conseguiram escapar do local do acidente antes de serem resgatados, apelamos a todos os columbófilos que comuniquem pombos de terceiros que eventualmente tenham entrado nos seus pombais.

Em destaque

Alerta: Manutenção e reforço das medidas de segurança

A Federação Portuguesa de Columbofilia vem apelar a todos os columbófilos que não baixem a guarda e mantenham apertadas medidas de segurança no âmbito da prática desportiva.

Relembramos que o Decreto n.º 4/2021, de 13 de março, que regulamenta o estado de emergência, continua a estabelecer restrições no âmbito da atividade desportiva. Nos termos da legislação atualmente em vigor, as atividades de treino e competitivas equiparadas a atividades profissionais (que, no âmbito da columbofilia, são as correspondentes aos Campeonatos Nacionais) têm que ser realizadas sem público e no cumprimento das orientações da Direcção-Geral da Saúde  (DGS), não podendo, por enquanto, ser realizadas outras provas ou competições fora dos campeonatos nacionais.

Apesar do desconfinamento em curso, o risco de transmissão está a aumentar e é necessário o cumprimento escrupuloso por parte de todos os praticantes e entidades envolvidas, das seguintes indicações

  • Medidas que regulamentam o estado de emergência
  • Regras emanadas da DGS
  • Regulamento para a prática desportiva na columbofilia – COVID-19 (que pode consultar aqui )

A FPC aplaude todas as medidas que têm sido tomadas pelas coletividades e associações, congratulando-se por estarem a ser realizados empenhados esforços no sentido de, por exemplo, serem feitos encestamentos e entregas de relógios constatadores com horários marcados, para evitar ajuntamentos, e seguidas à risca as medidas impostas pelas autoridades de saúde, como o uso obrigatório de máscara e outros equipamentos de proteção individual, bem como o cumprimento das regras de ocupação dos espaços.

Mais do que nunca, é preciso não baixar os braços, manter e reforçar todos os cuidados.

Só assim podemos salvar vidas e caminhar para o tão desejado desconfinamento.

O risco é real e a saúde deve estar sempre em primeiro lugar! Juntos vamos conseguir!

Em destaque

Coordenadores & Delegados de Solta: Rui Loureiro

A Federação Portuguesa de Columbofilia acaba de lançar uma nova rubrica dedicada aos coordenadores e delegados de solta. Ao longo desta época desportiva irá publicar várias entrevistas a diferentes intervenientes da estrutura columbófila de Norte a Sul do país.


A Columbofilia faz-se com todos. Todos têm um papel e uma palavra a dizer!


Começámos pelo Norte. O primeiro entrevistado é Rui Loureiro, coordenador de solta de Braga.

Em destaque

Campeonato de Borrachos é “para repetir” em Setúbal

A Associação Columbófila do Distrito de Setúbal foi uma das que aceitou o desafio da Federação Portuguesa de Columbofilia e realizou, em 2020, um Campeonato de Borrachos. Vítor Costa, o presidente da estrutura, considera que o apoio da FPC pode fazer a diferença para que este campeonato se enraíze. Para o responsável, a competição permite dinamizar a modalidade, ao garantir a “otimização do tempo e dinheiro gastos”. O presidente da ACD Setúbal revela que “foram uns momentos muito bem passados” e que esta é uma experiência “a repetir”.

Campeonato de Borrachos Setúbal 2020

Qual é na sua opinião a importância deste tipo de campeonatos?

É um campeonato muito interessante, importante do ponto de vista da seleção e aprendizagem dos borrachos, permite que os incapazes se percam e não fiquem a comer e a ocupar espaço até janeiro e fevereiro, por outro lado os borrachos ficam com uma experiência que na próxima campanha lhes pode dar uma vantagem significativa.

2. Como correu o campeonato em Setúbal? Houve adesão? O que correu melhor e o que há a melhorar?

O campeonato correu muito bem. Participaram 18 concorrentes e cerca de 450 pombos. O que há a melhorar principalmente é a distância das provas, não fazer provas demasiado curtas < 180Km, senão os borrachos fazem chegadas em bando o que dificulta a justiça de classificações entre columbófilos com distâncias diferentes.

Campeonato de Borrachos ACD Setúbal 2020

3. Como vê a iniciativa da FPC de apoiar as associações que realizem campeonatos de borrachos?

É uma grande iniciativa, pode fazer a diferença agora no início para que este campeonato se enraíze na estrutura columbófila.

4. O que tem a dizer a associações que ainda não realizem campeonatos de borrachos? Incentiva-as? Porquê?

É um campeonato muito engraçado que surge numa altura diferente. Os benefícios deste campeonato a nosso ver são a otimização do nosso tempo e dinheiro gasto, uma vez que podemos disfrutar de mais um mês de competição, numa altura em que já pudemos descansar e que se não fosse este campeonato estaríamos num longo período de inatividade.

Ver a imagem de origem

Os benefícios deste campeonato são a otimização do tempo e dinheiro gastos, uma vez que podemos disfrutar de mais um mês de competição.

5. Quer deixar alguma sugestão para que a FPC possa incentivar mais os columbófilos de modo a aumentar o número de participantes?

Uma ideia que existe pré-concebida é que para participar nesse campeonato temos de ter borrachos tirados em Março ou Abril, pela experiência de 2020 dá para ver que não é necessário, pois existiram borrachos nascidos em 15/07 a ganharem provas. Assim  os columbófilos que não tenham condições ótimas de espaço, podem perfeitamente participar, desde que programem os acasalamentos para que no fim da campanha os borrachos estejam  prontos para aduzir. Como é um campeonato que tem muito poucas provas, o ideal é enviar os borrachos a todas as provas, portanto qualquer columbófilo com 25 ou 30 borrachos pode perfeitamente participar. Não sei se foi por acaso ou não, a expectativa era que se iria perder alguns borrachos, de facto isso aconteceu mas em número muito reduzido, o que furou todas as espectativas pela positiva. Foram uns momentos muito bem passados, não fosse a pandemia teriam sido bastante melhores em termos de confraternização entre os columbófilos. Experiência a repetir! 

Flyer Campeonato Borrachos ACD Setúbal 2020
Em destaque

Exceção para pombos-correio na Lei de Saúde Animal europeia

Reunião Parlamento Europeu 4 de março 2021

A Comissão da Agricultura e do Desenvolvimento Rural (AGRI) do Parlamento Europeu confirmou que o sector dos pombos-correio terá uma exceção na nova Lei de Saúde Animal.

Na sua proposta inicial, a Comissão pretendia introduzir uma nova regra segundo a qual os pombos deviam ser colocados em quarentena durante 21 dias antes de cada concurso que implicasse atravessar uma fronteira. Isto é impraticável e colocaria em risco a Columbofilia nos moldes como atualmente se realiza. O documento previa ainda um certificado sanitário por pombal e por prova passado por um veterinário oficial com custos económicos e problemas logísticos incomportáveis.

Nos últimos meses, a FCI e um conjunto de entidades, entre as quais a Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC), iniciou um processo junto da Comissão para criar uma exceção para os pombos-correio.

Na última reunião, a 4 de março, foi confirmado que a determinação que impunha o período de quarentena durante 21 dias aos pombos-correio será eliminada da Lei de Bases da Saúde Animal e que os pombos-correio em concurso oficial transfronteiriço podem atravessar as fronteiras dos países da União Europeia mediante autorização federativa e vacinação para a Paramixovirose. Além disso, o certificado sanitário por pombal e prova para os concursos de pombos-correio também será suprimido. Os pombos podem ser transportados da mesma forma que agora, com um documento do seu proprietário ou supervisor, explica Hilde Vautmans, membro do Parlamento Europeu que teve um papel fundamental nas negociações. 

“O regulamento delegado ia causar problemas terríveis às campanhas, porque obrigava a 21 dias de quarentena e a um certificado oficial que teria de ser por pombal e não por transporte”, explica David Barros Madeira, vice-presidente da Federação Columbófila Internacional (FCI), destacando o papel que a Federação Portuguesa de Columbofilia teve neste processo, em conjunto com outras federações e entidades ligadas ao sector. 

Paula Fernando, consultora jurídica da FPC, refere que foram realizadas várias exposições e reuniões pela FCI e pelas federações nacionais para sensibilizar os responsáveis, notando que o regulamento, nos moldes em que foi inicialmente produzido, “desatende às especificidades dos pombos-correio que podem resultar, por um lado, numa injustificada e desproporcional restrição da atividade columbófila e, por outro, numa desconsideração completa pelo bem-estar dos pombos-correio”.

A  consultora salienta ainda o facto de as soltas serem realizadas “sob intensa regulamentação, não só por parte das autoridades nacionais de cada país membro e europeias, mas também das federações columbófilas de cada país e da FCI, por forma a garantir a sua realização em condições de segurança, nomeadamente para os próprios pombos-correio”.

As alterações que preveem esta exceção para os concursos de pombos-correio terão de ser agora confirmadas pelos Estados-Membros numa reunião do grupo de peritos, que terá lugar a 19 de março.  

Veja no vídeo o excerto da reunião da Comissão Europeia em que este assunto foi abordado.

Reunião Parlamento Europeu de 4 de março
Em destaque

Mostre a sua paixão pela Columbofilia!

A época desportiva começa a 6 de março e a Federação Portuguesa de Columbofilia lança a todos um 🅳🅴🆂🅰🅵🅸🅾: mostre e partilhe a sua paixão por este desporto!

Envie vídeos da chegada dos seus “atletas” durante esta campanha! Os vídeos devem ter no máximo 𝟱 𝗺𝗶𝗻𝘂𝘁𝗼𝘀 e ser enviados para o email 𝗽𝗿𝗲𝘀𝘀.𝗳𝗽𝗰𝗼𝗹𝘂𝗺𝗯𝗼𝗳𝗶𝗹𝗶𝗮@𝗴𝗺𝗮𝗶𝗹.𝗰𝗼𝗺 ou por mensagem privada para o Facebook da FPC, com a identificação do columbófilo (nome, coletividade e distrito).


A FPC deseja a todos uma 🅱🅾🅰 🅲🅰🅼🅿🅰🅽🅷🅰2021!

Em destaque

Comunicado oficial do presidente da FPC no arranque da campanha 2021

A época desportiva arranca já este sábado, dia 6 de março. O presidente da Federação Portuguesa de Columbofilia, José Luís Jacinto, deixa uma mensagem de incentivo a todos os columbófilos e faz um apelo para que todos cumpram as regras de segurança.
O responsável aproveita ainda este início de época para fazer um ponto de situação e dar conta de algumas novidades no panorama columbófilo nacional.


Veja o vídeo com o Comunicado Oficial!
A Federação Portuguesa de Columbofilia deseja a todos os columbófilos uma boa campanha 2021!

Em destaque

Campeonato de Borrachos de Aveiro aumentou número de participantes em 2020

A Federação Portuguesa de Columbofilia está focada em aumentar a realização de campeonatos de borrachos, com o objetivo não só de apoiar a dinamização de mais uma competição desportiva, mas também de criar condições para que Portugal esteja representado na próxima Olimpíada com uma equipa completa. Nesse sentido, tem vindo a apoiar as associações que realizam campeonatos de borrachos. A ACD Aveiro foi uma das apoiadas, em 2020. Em entrevista, Luís Silva, o seu presidente, conta-nos como foi a experiência.

Campeonato de Borrachos ACD Aveiro 2020

Qual é na sua opinião a importância deste tipo de campeonatos?

Luís Silva, presidente ACD Aveiro – São diversos os fatores que nos levam a atribuir grande importância a este campeonato e deles destacamos dois: a necessidade de Portugal se apresentar com a sua equipa completa no principal evento columbófilo internacional – Olimpíadas – face às alterações regulamentares ocorridas no apuramento por países e a evolução nas condições proporcionadas aos columbófilos, com destaque para os que estão em iniciação, que assim passam a usufruir de uma competição especialmente vocacionada para o seu primeiro ano de contacto com as corridas de pombos.

2. Como correu o campeonato em Aveiro? Houve adesão? O que correu melhor e o que há a melhorar?

Tratando-se de uma competição inteiramente nova não esperávamos logo no arranque a adesão em força dos columbófilos. Atente-se que a maioria dos pombais da competição dita tradicional não está vocacionada para proporcionar aos jovens atletas as adequadas condições de preparação uma vez que estão adaptados às equipas que disputam o campeonato geral, e todos os recursos, incluindo o tempo disponível dos columbófilos, são sempre insuficientes. Ao fim e ao cabo, a preparação dos borrachos traduz-se em mais uma equipa que é necessário preparar para as corridas separada da outra ou das outras equipas existentes nos pombais.  De qualquer forma, esta foi já a segunda edição deste campeonato, pois havíamos decidido avançar na pré-campanha de 2019 ainda antes da FPC ter anunciado a intenção de apoiar a organização do mesmo. Registámos em 2020 um aumento de participantes comparativamente a 2019, e isso constitui a situação que nos merece destaque pela positiva. Pensamos que o sucesso deste campeonato depende da insistência da estrutura na sua consolidação enquanto projecto alternativo de competição, sendo para nós evidente que em conjunto com o campeonato de yearlings, ou seja, a competição para pombos com anilha do ano anterior, reúnem as condições ideais para o processo de iniciação/aprendizagem de todo e qualquer columbófilo.

Ver a imagem de origem

Registámos em 2020 um aumento de participantes comparativamente a 2019, e isso constitui a situação que nos merece destaque pela positiva

3. Como vê a iniciativa da FPC de apoiar as associações que realizem campeonatos de borrachos com uma quantia monetária?

A organização do campeonato de borrachos implica incorrer em gastos associados à logística. Participando no seu custeio a FPC permite às associações a oferta de um produto que os potenciais interessados irão considerar mais atrativo. A partir daí serão os próprios columbófilos que assegurarão o aumento do número de participantes, a quantidade gerará o aumento da qualidade, e no final, para além da satisfação dos columbófilos proporcionada por mais uma forma de ir às corridas de pombos, a própria FPC terá condições de apresentar uma equipa ainda mais forte nas futuras Olimpíadas.

Campeonato de Borrachos ACD Aveiro 202

4. O que tem a dizer a associações que ainda não realizem campeonatos de borrachos? Incentiva-as? Porquê?

Já nos referimos às vantagens deste tipo de competição. Não podemos esquecer que as dificuldades associadas à logística na organização do campeonato de borrachos serão sentidas de modo diferente de distrital para distrital, mas entendemos que o esforço será compensado no futuro.

5. Quer deixar alguma sugestão para que a FPC possa incentivar mais os columbófilos de modo a aumentar o número de participantes?

Antes de sugerir o que quer que seja, compete-nos parabenizar a FPC pela iniciativa de apoiar os campeonatos de borrachos. No futuro a FPC poderá vir a avaliar o que está a ser feito localmente, quais os esforços que estão a ser desenvolvidos no terreno,  e talvez incrementar os apoios em função dessa realidade.

Em destaque

Sócios com documentos em falta

A Federação Portuguesa de Columbofilia alerta para a falta de documentos (Política de Privacidade e/ou Termo de Responsabilidade) de um número elevado de sócios, o que impossibilitará a sua participação em quaisquer atos desportivos, nomeadamente na época de 2021.

Os sócios, ou as coletividades em sua representação, poderão emitir os documentos em falta através do Portal do Columbófilo. Caso exista documentação em falta, o portal alerta na página inicial, após a identificação do utilizador. Siga as ligações associadas aos alertas para obter os documentos que, depois de assinados, deverão ser remetidos à FPC.

Excecionalmente, devido ao Estado de Emergência em curso, serão aceites fotografias ou digitalizações dos documentos, que poderão ser enviadas à FPC através de email ou de mensagem no próprio portal. O documento original deverá ser guardado e remetido à FPC em momento oportuno.

Em destaque

“Sabia que?”|Factos curiosos da Columbofilia

A divulgação e a promoção da Columbofilia e do pombo-correio são missões fundamentais da Federação Portuguesa de Columbofilia.

Com a criação e difusão de pequenos vídeos informativos, que começaram já a ser publicados na página de Facebook da instituição, a FPC pretende dar a conhecer o mundo fascinante da Columbofilia, a sua História e factos curisosos.

Siga a página de Facebook da FPC, veja e partilhe os vídeos!

Juntos vamos divulgar esta apaixonante modalidade!

Em destaque

Mira 2021: receção de borrachos de 1 de abril a 15 de junho

Os Campeonatos Internacionais de Mira 2021 já têm a prova final agendada para o próximo dia 16 de outubro.

Em disputa vão estar as seguintes provas:

  • FCI Grand Prix Portugal Mundial Ranking
  • FCI Campeonato da Europa e Europa de Jovens
  • Torneio Ibero Latino Americano de Columbofilia – AILAC
  • Liga Nacional dos Campeões
  • Campeonato Nacional de Jovens

O período de receção de borrachos decorre de 1 de abril a 15 de junho. 

A página oficial do evento também já se encontra online em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2021/

Participe nestas provas de renome internacional!

Conheça todos os detalhes no folheto.

Em destaque

Convocados para as seleções nacionais

A Federação Portuguesa de Columbofilia vem informar a composição das seleções nacionais, seniores e de jovens, que representarão Portugal no Campeonato do Mundo e no Campeonato da Europa.

Excecionalmente este ano, foram considerados os resultados de 2019, tendo em conta que em 2020 não houve classificações nacionais. Conheça os critérios de seleção em: http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2405

No que respeita aos jovens, considerando que apenas foram escolhidos 20 e que as seleções nacionais são constituídas por 30 pombos, a FPC entendeu dar a possibilidade aos jovens que o entenderem de integrarem a comitiva.

Assim, qualquer jovem columbófilo, com menos de 25 anos de idade e com quota federativa ativa para a campanha de 2021, poderá candidatar-se a integrar a seleção nacional.As candidaturas poderão ser feitas para o email desporto@fpcolumbofilia.pt, 𝐚𝐭𝐞́ 𝐚𝐨 𝐝𝐢𝐚 𝟐𝟎 𝐝𝐞 𝐟𝐞𝐯𝐞𝐫𝐞𝐢𝐫𝐨. O columbófilo deverá indicar nome, licença federativa e coletividade onde concorreram na campanha de 2020 e a disponibilidade para integrar a seleção nacional de jovens com um borracho.

Em destaque

Orçamento e Plano de Atividades aprovados em Congresso online

A Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) continua a adaptar-se à nova realidade que todos enfrentamos. Assim, ultrapassou mais um desafio no passado dia 11 de janeiro ao realizar o Congresso Ordinário pela primeira vez em formato totalmente online.

Na reunião, que decorreu em formato de videoconferência, foram aprovados, por unanimidade, o Plano de Atividades e o Orçamento para 2021.

Além da apresentação, discussão e votação do Plano de Atividades, do Orçamento e do Parecer do Conselho Fiscal para o ano de 2021, todos aprovados por unanimidade, foi ainda aprovada a ata n.º 122 do Congresso realizado em 29 de Junho de 2020, com quatro abstenções.

A mesa do Congresso esteve na sede da Federação, em Mira, sendo que os delegados assistiram e participaram na reunião a partir das suas casas.

Durante o Congresso, que teve espaço para informações diversas e debate, foi igualmente aprovado, também por unanimidade, um Voto de Louvor à atual Direção da FPC, proposto por Vasco Pereira.

Veja a reportagem vídeo.

Consulte também o Plano de Atividades e o Orçamento para 2021 em: http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2393

Em destaque

Declaração para deslocações no Portal do Columbófilo

A Federação Portuguesa de Columbofilia informa todos os columbófilos, inscritos na época desportiva 2021 e com pombos recenseados, que poderão emitir uma Declaração de Inscrição e Localização, através do Portal do Columbófilo.

O documento poderá ser utilizado sempre que, no âmbito de deslocações e atividade relacionadas com a Columbofilia, seja necessário atestar a inscrição do columbófilo ou a localização do pombal.

A declaração inclui a identificação do columbófilo, o número de pombos recenseados, as coordenadas do pombal e a morada do mesmo, assim como um código de síntese que permite verificar a integridade do documento.

Caso os pombos estejam inscritos em nome de uma sociedade, a declaração deverá ser emitida através da licença dessa mesma sociedade, designando um dos sócios constituintes como sendo o titular do documento.

Caso o columbófilo pretenda delegar o tratamento dos pombos noutra pessoa, poderá redigir um documento nesse sentido. Encontra também no Portal do Columbófilo um modelo de declaração de tratador que poderá ser utilizado para o efeito.

Aceda ao Portal do Columbófilo em: http://columbofilo.fpcolumbofilia.pt/

Em destaque

Provas dos campeonatos nacionais adiadas (c/ vídeo)

No âmbito do atual Estado de Emergência, a Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) determinou adiar:

✔️o início das provas que integram os Campeonatos Nacionais para o dia 6 de Março de 2021

✔️a prova Clássica de Valência para o dia 22 de Maio de 2021-

Decidiu ainda que as Associações Columbófilas Distritais deverão enviar para 𝗮𝘁𝗲́ 𝗮𝗼 𝗱𝗶𝗮 𝟭𝟬 𝗱𝗲 𝗙𝗲𝘃𝗲𝗿𝗲𝗶𝗿𝗼 𝗱𝗲 𝟮𝟬𝟮𝟭, os novos calendários de provas para aprovação pela FPC.

Veja a mensagem de José Luís Jacinto, presidente da FPC no vídeo.

O comunicado na íntegra está disponível em: .http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2396

Cuide de si. Cuide dos outros!

Sempre que puder, fique em casa!

Em destaque

FPC pede esclarecimentos sobre novo confinamento às autoridades

Após o anúncio público das medidas de confinamento foi publicado o Decreto n.º 3-A/2021, de 14 de Janeiro, que regulamenta o estado de emergência. As especificidades do desporto columbófilo e a redação da lei não permitem uma interpretação clara e indubitável da aplicação desta norma à Columbofilia.

A Federação Portuguesa de Columbofilia solicitou, com carácter de urgência, um esclarecimento às autoridades competentes sobre a aplicação do decreto à modalidade. Até à obtenção do esclarecimento solicitado, 𝐚 𝐅𝐏𝐂 𝐫𝐞𝐜𝐨𝐦𝐞𝐧𝐝𝐚 𝐯𝐞𝐞𝐦𝐞𝐧𝐭𝐞𝐦𝐞𝐧𝐭𝐞 𝐪𝐮𝐞 𝐭𝐨𝐝𝐨𝐬 𝐨𝐬 𝐩𝐫𝐚𝐭𝐢𝐜𝐚𝐧𝐭𝐞𝐬 𝐬𝐞 𝐚𝐛𝐬𝐭𝐞𝐧𝐡𝐚𝐦 𝐝𝐞 𝐫𝐞𝐚𝐥𝐢𝐳𝐚𝐫 𝐬𝐨𝐥𝐭𝐚𝐬 𝐝𝐞 𝐩𝐨𝐦𝐛𝐨𝐬-𝐜𝐨𝐫𝐫𝐞𝐢𝐨 𝐞 𝐚𝐩𝐞𝐥𝐚 𝐚𝐨 𝐜𝐮𝐦𝐩𝐫𝐢𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨 𝐝𝐚𝐬 𝐧𝐨𝐫𝐦𝐚𝐬 𝐝𝐞 𝐬𝐚𝐮́𝐝𝐞 𝐩𝐮́𝐛𝐥𝐢𝐜𝐚 𝐩𝐚𝐫𝐚 𝐩𝐫𝐨𝐭𝐞𝐜̧𝐚̃𝐨 𝐝𝐞 𝐭𝐨𝐝𝐨𝐬.

O comunicado oficial está disponível em: http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2395

Cuide de si cuide dos outros!

Fique em casa e cumpra as normas das autoridades!

Em breve voltaremos a voar!

Em destaque

Hernâni José Carvalho fala da paixão pela Columbofilia

Hernâni José Carvalho| Foto: Jornal Notícias de Vila Real

Hernâni José Carvalho, antigo presidente da direção da Sociedade Columbófila de Vila Real, considera que “é fundamental divulgar o pombo-correio e mostrar à sociedade que o pombo é um atleta de competição e deve ser tratado como tal”.

O columbófilo e dirigente garante que não perde uma oportunidade para dar a conhecer o que é a Columbofilia, seja junto de escolas, em momentos de lazer ou até em eventos religiosos. “Ainda há quem tenha medo dos pombos porque confunde os pombos-correio com os pombos comuns, que andam nas ruas, e é da máxima importância que se difunda e divulgue a Columbofilia”, disse em declarações à Federação Portuguesa de Columbofilia.

Em relação aos momentos difíceis que se vivem na modalidade, por força da pandemia, Hernâni José Carvalho está otimista. “Acredito que vamos conseguir vencer”, garante.

Recentemente, o columbófilo deu uma entrevista ao jornal Notícias de Vila Real onde conta como se apaixonou pela Columbofilia. Leia aqui a reportagem.

Em destaque

“Mira é um orgulho para os columbófilos portugueses”

O pombo 0132217/20, propriedade de Arménio Jesus Oliveira, foi o grande vencedor do Torneio Ibero Latino Americano (AILAC) que decorreu no âmbito dos Campeonatos Internacionais de Columbofilia Mira 2020. Com o mesmo pombo, o columbófilo português conquistou o terceiro lugar no Campeonato da Europa.

Em entrevista à Federação Portuguesa de Columbofilia, Arménio Jesus Oliveira mostra-se orgulhoso com os resultados obtidos e garante que para o ano quer voltar a Mira, onde considera que se realizam das melhoras provas da Europa.

Ver a imagem de origem

Este prémio enche-nos de orgulho pela dedicação que temos tido aos pombos ao longo de todos estes anos

F.P.C. – Que expetativas tinha quando decidiu inscrever este pombo-correio nos campeonatos de
Mira?

Arménio Jesus Oliveira – Fazer a melhor classificação possível.

Que importância tem este resultado para a si?
Este resultado tem muita importância, porque dá-nos orgulho de toda a dedicação que temos
aos pombos todos estes anos.

Foi a primeira vez que esteve representado na competição de Mira? Acompanhou a
prova?

Não foi a primeira vez. Sim, acompanhei do início ao fim.
Que opinião tem sobre os Campeonatos Internacionais de Columbofilia, realizados em
Mira desde 1997?

Há muitos anos que costumamos assistir à final ao vivo, mas este ano devido à pandemia não foi
possível. Na minha opinião é dos melhores campeonatos da Europa devido à competição que envolve.
É um orgulho para os columbófilos portugueses!

Ver a imagem de origem

Mira é dos melhores campeonatos da Europa devido à competição que envolve. É um orgulho para os columbófilos portugueses!


No futuro pretende voltar a competir em Mira?
Sim, sempre que possível pretendo competir em Mira.

Quais são as características que, no seu entender, mais se evidenciam nos seus pombos?
São pombos mais direcionados para velocidade e meio fundo.

Que mensagem gostava de deixar aos columbófilos que estiveram a competir em Mira?
Fomos todos uns vencedores e que para o ano não desistam de competir nos campeonatos de
Mira.

Em destaque

Sérgio Almeida: “Vencer Mira é uma sensação mágica e única”

Ver a imagem de origem

Ganhar em Mira foi, por um lado, a concretização de um sonho de menino e, por outro, consegui espelhar a qualidade da minha reprodução exigente e otimizada, fruto de quatro anos de trabalho de columbicultura.

Sérgio Almeida – Sawings

A Sawings, de Sérgio Almeida, conquistou o primeiro lugar Pombo Ás no FCI Grand Prix Mira 2020. “Foi um sonho de menino concretizado”, diz o columbófilo que nos últimos anos se tem dedicado à columbicultura, criando pombos com “grande índice de resistência e inteligência”. Sobre Mira, Sérgio Almeida não tem dúvidas: tem uma organização de excelência o que o torna o melhor derby realizado em Portugal e um dos melhores da Europa.

Que expetativas tinha quando decidiu inscrever este pombo-correio nos campeonatos de
Mira?

A expectativa era efetivamente alta, face ao tipo de pombos enviados para a competição
tendo como critérios de seleção barómetros de pombos ganhadores em diversos pombais de
Norte a Sul do País. Mas como em todos os desportos, a sorte tem que estar presente… a tal
estrelinha da sorte!

Que importância tem este resultado para a si?
Pessoalmente, um sonho de menino realizado. Por outro lado penso que consegui espelhar a
qualidade da minha reprodução exigente e otimizada, fruto de quatro anos de trabalho de
columbicultura.

Foi a primeira vez que esteve representado na competição de Mira? Acompanhou a
prova?

Iniciei a minha estreia em dérbis em 2018, curiosamente no Derby de Mira! Apenas participei
com um pombo conseguindo um honroso 30º na Final do Grande Prémio FCI Portugal, obtendo
o 11º Pombo Ás do Grande Prémio FCI Portugal. Acompanhei religiosamente os resultados
graças ao vosso sistema de SMS e no site da Benzing. Na altura, acabei por assistir à final com a
minha esposa no Columbódromo de Mira, tendo antecipadamente efetuado reserva no Hotel
Quinta da Lagoa e mesa para a bonita Gala que se realizou durante a noite.

Que opinião tem sobre os Campeonatos Internacionais de Columbofilia, realizados em
Mira desde 1997?

Acompanhei desde sempre os Campeonatos de Mira sem lá ter pombos. Na altura era um
miúdo estudante, e não tinha poder económico para enviar pombos para os Campeonatos de
Mira, pois a mesada dos meus pais não dava para tudo. Sempre foi um sonho de menino
enviar e ganhar, sinceramente! Sempre marquei presença neste evento pela confraternização
com amigos e colegas, e claro pelo espetacular ambiente fantástico que se vive nesta festa da
columbofilia. Arrisco-me a dizer que o Derby de Mira tem atualmente uma organização de
excelência. Na minha modesta opinião foi o melhor derby realizado em Portugal e talvez na
Europa em 2020!

Ver a imagem de origem

Arrisco-me a dizer que o Derby de Mira tem atualmente uma organização de
excelência. Na minha modesta opinião foi o melhor derby realizado em Portugal e talvez na Europa em 2020!

No futuro pretende voltar a competir em Mira?
Sim, sem duvida! É um derby muito competitivo com várias nacionalidades presentes, onde se
“mede forças” com os melhores columbófilos do Mundo.

Quais são as características que, no seu entender, mais se evidenciam nos seus pombos?
Como columbicultor tento otimizar pombos para as especialidades de Velocidade / Meio
Fundo e Fundo de várias linhas de pombos que tenho adquirido um pouco por toda a Europa.
Predominantemente os meus pombos são direcionados mais para provas de Meio-Fundo de
médias baixas. Tento “fabricar” pombos com um grande índice de resistência e inteligência
(radar), baseado nos feitos dos familiares dependendo das especialidades.

Que mensagem gostava de deixar aos columbófilos que estiveram a competir em Mira?
Nunca desistam do sonho de vencer esta competição! É uma sensação mágica e única…

Sérgio Almeida no seu pombal
Em destaque

Miguel Mestre: “Vencer o Campeonato da Europa é uma das melhores experiências de um columbófilo”

Ver a imagem de origem

Poder ganhar uma prova tão importante como o Campeonato Europeu que se realiza em Mira, com o prestígio que tem e a dificuldade que isso implica, é o sonho de muitos columbófilos europeus

Miguel Àngel Veny Mestre, vencedor do Campeonato Europa Mira 2020

Miguel Àngel Veny Mestre sagrou-se campeão da Europa em Mira 2020. A participar pela segunda vez nesta competição, diz que vencer um campeonato da europa é o sonho de muitos columbófilos e uma das melhores experiências que um apaixonado pela modalidade pode ter. Leia a entrevista que o columbófilo de Maiorca, Espanha, deu à Federação Portuguesa de Columbofilia, no rescaldo de Mira.

FPC – Que expetativas tinha quando decidiu inscrever este pombo-correio nos campeonatos de Mira?

Miguel Àngel Veny Mestre – O pombo vencedor do Campeonato da Europa era o meu pombo favorito da equipa presente em Mira. Era um pombo que já tinha qualidades excecionais de equilíbrio, asa, força, vitalidade… e foi por isso que decidi inscrevê-lo no Campeonato da Europa. Além disso, é de uma linha que me deu muitas alegrias, tanto em derbys como no meu pombal.
Por isso, registei-o com a intenção de poder ganhar o campeonato, embora sabendo da dificuldade de ganhar um campeonato europeu, frente a grandes columbófilos de toda a Europa, e como é difícil obter um bom resultado em Mira, onde competem os melhores columbófilos e pombos de grande qualidade.

Que importância tem este resultado para a si?

É o resultado mais importante da minha carreira desportiva na Columbofilia. Poder ganhar uma prova tão importante como o Campeonato Europeu que se realiza em Mira, com o prestígio que tem e a dificuldade que isso implica, é o sonho de muitos columbófilos europeus. Portanto, ser capaz de viver esse sonho é uma das melhores experiências que pode acontecer a um columbófilo.

Foi a primeira vez que esteve representado na competição de Mira? Acompanhou a prova?

Esta foi a minha segunda participação no Campeonato da Europa, em Mira. Em 2019 participei pela primeira vez e fui o 32º. Em 2020, na minha segunda participação tornei-me campeão europeu! Curiosamente, o pombo de 2019 e o de 2020 são irmãos.
Acompanhei a prova através da transmissão por Facebook. Estava entusiasmado com a possibilidade de estar presente na final, mas devido à pandemia Covid-19 não foi possível viajar para Portugal.

Que opinião tem sobre os Campeonatos Internacionais de Columbofilia, realizados em Mira desde 1997?

Os campeonatos internacionais realizados em Mira são atualmente campeonatos muito prestigiados, conhecidos em todo o mundo, e nos quais os melhores columbófilos competem.
Na minha opinião, em Mira, faz-se uma boa gestão dos campeonatos, com uma preparação muito boa dos pombos, planeando à solta, e com a melhor comunicação com os participantes. Por tudo isto, é um dos melhores derbys do circuito internacional.

Ver a imagem de origem

Os campeonatos internacionais realizados em Mira são atualmente campeonatos muito prestigiados, conhecidos em todo o mundo, e nos quais os melhores columbófilos competem.

No futuro pretende voltar a competir em Mira?

 Sim, espero estar presente em 2021 em Mira, para poder voltar a disputar o Campeonato da Europa, com a esperança de voltar a ter um bom resultado.

Quais são as características que, no seu entender, mais se evidenciam nos seus pombos?

Na minha opinião, os meus pombos são pombos que se adaptam muito bem às diferentes circunstâncias e podem alcançar um bom nível tanto em soltas rápidas como em longas e difíceis.
O meu pombal está localizado em Maiorca (Espanha), que é uma ilha, e, portanto, quando solto os pombos eles voam sobre o mar, que é um elemento que coloca uma vantagem de dificuldade para os pombos. Na nossa Columbofilia, os pombos devem ser capazes de ser rápidos quando as circunstâncias o exigem, mas também ser tenazes e resistentes quando as soltas são complicadas devido a situações climáticas adversas, que sobre o mar são mais extremas do que em terra.

Que mensagem gostava de deixar aos columbófilos que estiveram a competir em Mira?
Este ano de 2020, como é habitual, houve uma grande competição para vencer os campeonatos internacionais de Mira. Todos os columbófilos que participaram estiveram a um grande nível e permitiram que a competição em Mira fosse tão bonita. É por isso que encorajo todos os columbófilos que participaram neste 2020, e aqueles que não participaram, a participarem em 2021.

Miguel Àngel Veny Mestre no seu pombal, em Maiorca
Em destaque

Mira 2020: Mais dois lotes de pombos em leilão

A Federação Portuguesa de Columbofilia já deu início ao leilão de mais dois lotes de pombos participantes na edição 2020 dos Campeonatos Internacionais de Mira.


O Lote I está disponível até às 22H00 da próxima terça-feira, dia 1 de dezembro. O Lote J fecha à mesma hora do dia seguinte (quarta-feira, dia 2 de dezembro).

Conheça os pombos, as performances, os pedigrees e veja as fotografias em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main184.htm

Não se esqueça que se ainda não está registado como licitador na Federação Portuguesa de Columbofilia deve inscrever-se através do formulário disponível em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main181.htm


Comprove a qualidade destes exemplares provenientes de consagrados columbófilos e escolha o seu próximo campeão!

Em destaque

Federação disponibiliza mais de 70 mil euros para apoio à estrutura columbófila

Tendo em conta os tempos de incerteza que se vivem atualmente, decorrentes da pandemia Covid 19, e cumprindo a sua função de salvaguarda da modalidade, a Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) decidiu implementar um conjunto de medidas de apoio à estrutura columbófila. Para tal, vai disponibilizar uma verba superior a 70 mil euros.

A decisão foi tomada em reunião da Direção, no dia 19 de novembro, e contempla os seguintes apoios:

  1. Atribuir a todas as coletividades um subsídio no montante de 50% do valor da quota federativa paga por cada um dos seus sócios;
  2. No âmbito dos Campeonatos de Mira 2021, na Liga dos Campeões, fazer reverter para as coletividades de origem dos columbófilos, 50% do valor do leilão do respetivo borracho, sempre que o mesmo atinja um valor igual ou superior a 150€;
  3. Disponibilizar às associações distritais a plataforma de leilões on-line da FPC, que se encontra em processo de adaptação e modernização;
  4. Manter o apoio anual direto aos sócios que pontualmente passem por dificuldades financeiras.

” Esperamos que com estas medidas possamos amenizar as dificuldades financeiras de toda a estrutura columbófila. Vamos resistir, cuidando da saúde de cada um de nós, cuidaremos da saúde de todos”, afirma a Direção da FPC em comunicado que pode ser consultado na íntegra aqui.

A Direção sublinha que “este conjunto de medidas significa um grande esforço financeiro da FPC, na ordem dos 70.000 € em despesa direta, ao qual acrescerá o valor de leilões de associações e receitas dos leilões da Liga dos Campeões”.

A decisão de criar este pacote de medidas de apoio teve em conta a instabilidade causada pela Covid-19 que se deverá arrastar tendo impacto na campanha 2021. Além de dificuldades organizativas, a pandemia acarreta um conjunto de despesas adicionais às coletividades, motivado pelas necessárias medidas de proteção da saúde de cada um dos praticantes.

A Direção da FPC chama também a si a responsabilidade de estar atenta às dificuldades dos columbófilos, sendo uma das suas mais primordiais funções a salvaguarda do desporto columbófilo.

A implementação de tais medidas só é possível graças a uma “estabilidade financeira” que salvaguarda a instituição de “eventuais contratempos” e é resultado de uma “cuidada gestão”, esclarece a Direção da FPC. Muito contribui também o facto de Mira se constituir como “um enorme sucesso desportivo e económico”, com os respetivos leilões a decorrerem dentro das expectativas.

Em destaque

Lara Rodrigues: columbófila campeã aos nove anos

Foi a primeira classificada da Liga Nacional de Jovens, nos Campeonatos Internacionais de Columbofilia Mira 2020. Lara Silva Rodrigues tem nove anos, é de Pombal e já dá cartas na modalidade. A participar pela quarta vez nos campeonatos de Mira, a columbófila viu o seu pombo 0404103/20 chegar em 29º lugar da tabela geral e sagrou-se campeã nacional de jovens.

Apesar da tenra idade, a jovem que concorre pelo Grupo Columbófilo de Pombal, assim como o pai, Marco Rodrigues, mostra-se confiante nos passos que quer dar e deixa a todos palavras de incentivo para que nunca desistam da paixão pela Columbofilia.

Lara Silva Rodrigues com o pai Marco Rodrigues, também columbófilo

1- Que expetativas tinha quando decidiu inscrever este pombo-correio nos campeonatos de Mira? As espectativas … sinceramente era para ganhar o primeiro prémio, mas o derby de Mira, já nos demonstrou em anos anteriores que é muito difícil.

2- Que importância tem este resultado para a si? Este resultado é o melhor que me podia acontecer até ao momento. Fiquei muito contente!

3- Foi a primeira vez que esteve representado na competição de Mira? Acompanhou a prova? Já é o quarto ano consecutivo que participo, em 2018 obtive o terceiro lugar neste campeonato. Sim, acompanhei a prova através do Facebook e os resultados através do site da FPC. Queria também aproveitar para agradecer o envio das SMS por parte da FPC na prova final e nos treinos.

4- Que opinião tem sobre os Campeonatos Internacionais de Columbofilia, realizados em Mira desde 1997? Tenho-os acompanhado mais desde que participo, e nestes últimos anos penso que tem tido mais divulgação a nível nacional e internacional, com os diversos campeonatos que implementaram, este ano devido à situação epidemiológica foi muito bem organizado.

5- No futuro pretende voltar a competir em Mira? Sim, se nenhum imprevisto acontecer, em 2021 lá estarei.

6- Quais são as características que, no seu entender, mais se evidenciam nos seus pombos? Nos meus pombos a característica que mais se evidencia é a qualidade em provas de meio-fundo.

7- Que mensagem gostava de deixar aos columbófilos que estiveram a competir em Mira? Aos columbófilos que estiveram a competir em Mira a mensagem para os que ganharam é felicitá-los, e aos vencidos, aconselhá-los a não desistir e a competir nos anos seguintes, porque um dia há-de ser o seu!

Lara Silva Rodrigues mostra-se feliz com o resultado alcançado

Em destaque

Vencedores do FCI Grand Prix “orgulhosos” da prestação em Mira

Team JOK DK

O primeiro pombo a chegar ao Columbódromo Internacional Gaspar Vila Nova, a 24 de outubro, dia em que se disputou a grande final dos Campeonatos Internacionais de Columbofilia Mira 2020, foi o 170-1729/20, propriedade dos dinamarqueses Team JOK DK. Com uma média de 1521,2611 m/s, o pombo chegou às 12:58:04.8, sagrando-se campeão do FCI Grand Prix.

Os columbófilos dinamarqueses, que participaram este ano pela primeira vez nos Campeonatos de Mira, estão “orgulhosos” com a performance do seu atleta e com os resultados obtidos. Em entrevista à Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) deixaram a garantia que para o ano estão de regresso!

FPC – Que expetativas tinham quando decidiram enviar este pombo para participar no FCI Grand Prix Portugal?

Team JOK DK – Tínhamos a expetativa de obter um grande resultado, claro, mas neste tipo de competição tudo pode acontecer.

Que importância teve este resultado para a vossa equipa?

Estamos muito orgulhosos de vencer a final do FCI Grand Prix Portugal e de ter ficado em segundo lugar na competição por equipas. Este é um assunto de que muitos criadores dinamarqueses falam!

Foi a primeira vez que a equipa esteve representada nos campeonatos de Mira?

Sim, esta foi a primeira vez.

Acompanhou a competição?

Sim, nós seguimos sempre todas as provas em que participam pombos nossos. Acompanhámos através da transmissão por Facebook.

Qual é a vossa opinião sobre os Campeonatos Internacionais de Mira, uma organização da FPC?

Parece-nos muito bem organizado. Temos agora a expetativa de que os leilões também corram bem.

Contam voltar a participar nos Campeonatos de Mira?

Sim, vamos voltar já em 2021.

Na vossa opinião, quais são as principais qualidades dos pombos da JOK DK Team?

Os pombos que enviámos para Mira são pombos de média-longa distância.

Que mensagem gostariam de deixar a todos os columbófilos que participaram em Mira este ano?

Só podemos aconselhá-los a participar no próximo ano.

Em destaque

Mira 2020: Leilões

Já começaram a ser leiloados os pombos que participaram nos Campeonatos Internacionais de Mira 2020. Em leilão começaram por estar os 100 primeiros atletas a chegar na grande prova final, divididos em dois lotes de 50.

O Lote A encerrou às 22H00 desta terça-feira, dia 3 de novembro. O Lote B fecha esta quarta, dia 4, à mesma hora (22H00).

Para licitar, é necessário estar registado como licitador na Federação Portuguesa de Columbofilia. Nesse sentido quem pretender deve inscrever-se através do formulário disponível em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main181.htm

Os pedigrees, as fotografias, a performance e toda a informação dos pombos pode ser consultada em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main184.htm

Não perca esta oportunidade única!
Agarre já o próximo campeão!

Em destaque

Recenseamento decorre até 16 de novembro

A Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) recorda que o período de recenseamento normal dos pombos para 2021 foi alargado até ao próximo dia 16 𝙙𝙚 𝙣𝙤𝙫𝙚𝙢𝙗𝙧𝙤. A medida foi tomada pela FPC com o objetivo de minimizar os constrangimentos que poderão ser causados pelas limitações de circulação impostas pelo Governo devido à pandemia provocada pela Covid-19.

Desta forma, as coletividades poderão entregar os recenseamentos dos seus associados até à referida data, sem qualquer penalização.

Durante este período, deverá ser usado o programa RecPom 2021 para efetuar o recenseamento e o envio dos dados à FPC. As coletividades deverão aceder ao Portal do Columbófilo, utilizando a senha de acesso da coletividade, para descarregar o programa de instalação do RecPom 2021.

Consulte atentamente as circulares e documentação do recenseamento em: http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2355

Sublinhe-se que, depois de terminado o prazo do recenseamento normal, todas as operações serão realizadas no Portal do Columbófilo, incluindo o recenseamento de pombos adicionais, a transferência de pombos entre equipas, a designação de pombos e a emissão de mapas de vacinação, entre outras. Oportunamente serão divulgados os prazos e condições dessas operações.


Em destaque

Mira 2020: vídeo final

Os Campeonatos Internacionais de Columbofilia Mira 2020 realizaram-se este ano a 24 de outubro. A 23ª edição não teve a festa, a moldura humana e o convívio habituais. No entanto, a Federação Portuguesa de Columbofilia não podia deixar de honrar a modalidade, mantendo a realização do evento com as condicionantes conhecidas de todos devido à pandemia.

Veja, partilhe e comente o vídeo final!

Em destaque

Mira 2020: Primeiros 100 pombos em leilão

Já começaram os leilões dos atletas que participaram nos Campeonatos Internacionais de Mira 2020. Estão em leilão os 100 primeiros pombos a chegar na grande prova final, divididos em dois lotes de 50.

O Lote A encerra às 22H00 de terça-feira, dia 3 de novembro. O Lote B fecha à mesma hora (22H00) do dia seguinte (4 de novembro).

Não se esqueça que se ainda não está registado como licitador na Federação Portuguesa de Columbofilia deve inscrever-se através do formulário disponível em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main181.htm

Consulte os pedigrees, veja as fotografias, fique a conhecer a performance e toda a informação dos pombos. Tudo disponível em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main184.htm

Não perca esta oportunidade única! Agarre já o próximo campeão!

Em destaque

Portugal vence Campeonato Comparativo Experimental 2020

Os pombos portugueses fizeram a melhor média em duas provas, na Argentina e em Portugal

Portugal venceu o Campeonato Comparativo Experimental 2020, realizado pela primeira vez este ano. A iniciativa da AILAC – Associação Ibero Latino Americana de Columbofilia foi organizada pela Argentina e englobou o desempenho dos pombos participantes em dois eventos competitivos.

A classificação foi obtida através da média dos resultados alcançados no Derby Anual Ibero Latino Americano, no Mar del Plata, na Argentina, e no Torneio Ibero Latino Americano, disputado a 24 de outubro, no Columbódromo Internacional Gaspar Vila Nova, em Mira.

Portugal conquistou 882.32 pontos, conseguindo assim o primeiro lugar. Seguiu-se o Uruguai com 870.30 pontos, a Roménia com 867.97. Fora do pódio ficou a Argentina (4º lugar) com 866.12 pontos, o Perú (5º) com 865.05, a Colômbia (6º) com 676.50 e, na sétima posição, a Espanha com 676.32 pontos.

A ponderação é feita com base na performance, desempenho, distância percorrida e outros parâmetros dos atletas alados. As classificações foram divulgadas esta quarta-feira (dia 28 de outubro) pela organização.

A Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) orgulha-se dos resultados obtidos por Portugal que mostram a qualidade e profissionalismo dos pombos portugueses. A FPC saúda a AILAC por esta iniciativa e felicita todos os participantes, com especial relevo para os columbófilos nacionais.

Em destaque

Mira 2020 – Galeria de fotos

A final dos Campeonatos Internacionais Mira 2020, que decorreu no sábado, 24 de outubro, foi repleta de emoções, com um misto de alegria e tristeza. Alegria por continuarmos a honrar a Columbofilia portuguesa, com um evento de grande dimensão e reconhecida transparência, mas tristeza por faltar a moldura humana que é a essência, ano após ano, de Mira.

“Para o ano haverá festa em dobro!” A promessa foi deixada por José Luís Jacinto, presidente da Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC), que não quis deixar de lembrar todos os que contribuíram para fazer do evento um grande sucesso, apesar de vivermos um ano absolutamente atípico.

“Para o ano Mira será a maior festa de sempre!”, disse o responsável no encerramento dos Campeonatos. José Luís Jacinto fez ainda um apelo a todos os columbófilos para que sejam resilientes e compreensivos tendo em conta a situação atual que exige decisões e adaptações permanentes.

“A Columbofilia é muito mais do que isto. É também de todos os columbófilos anónimos que todos os dias nas suas casas preparam os pombos. A Columbofilia neste momento tem muitos desafios pela frente. Vamos ter um ano de 2021 muito difícil, porque esta pandemia não vai passar tão depressa, vamos ter mais um ano em que as decisões vão ser tomadas diariamente ou semanalmente, para isso precisamos da compreensão dos columbófilos portugueses, precisamos de resiliência e de pensar que estamos integrados num mundo que também tem problemas”, conclui o presidente da FPC.

Veja em baixo a Galeria de Fotos.

Em destaque

Portugal sagra-se campeão de Columbofilia em Mira

Portugal sagrou-se este sábado, 24 de outubro, campeão europeu de columbofilia no âmbito dos Campeonatos Internacionais que decorreram em Mira. Os pombos portugueses venceram também o Torneio Ibero Latino Americano e conquistaram o segundo lugar (individual) do FCI Grand Prix de Portugal, que conta para o ranking mundial, entre outras honrosas classificações. Portugal já não vencia um Campeonato da Europa, nem sequer ia ao pódio, há oito anos. 

 A 23ª edição dos Campeonatos Internacionais de Columbofilia – Mira 2020 decorreu no Columbódromo Internacional Gaspar Vila Nova e contou com a participação de 1100 pombos, provenientes de 28 países. 

A competição foi organizada pela Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC), em parceria com a Federação Columbófila Internacional (FCI), Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) e Câmara Municipal de Mira (CMC), contou com a participação de 1100 pombos provenientes de 28 países. 

Todos os pombos foram soltos, em simultâneo, às 08H45 deste sábado, em Paderne, no Algarve a uma distância de 385 Km do Columbódromo Internacional onde terminaram as provas.

Os pombos competiram nas seguintes provas e campeonatos: FCI Campeonato da Europa e da Europa de Jovens, onde participam seleções nacionais de países europeus que integram a FCI; o Torneio Ibero Latino Americano – com a participação de seleções nacionais de países que integram a Associação Ibero Latino Americana de Columbofilia (AILAC); o FCI Grand Prix de Portugal, que conta para o ranking mundial; bem como a Liga Nacional dos Campeões e o Campeonato Nacional de Jovens, estes últimos exclusivos para columbófilos portugueses. 

Além da vertente competitiva, os Campeonatos Internacionais de Mira são conhecidos por serem uma grande festa da columbofilia e um momento único de convívio, tendo no ano passado contado com a presença de 3.500 aficionados. Este ano, devido à pandemia, as provas foram transmitidas online, numa emissão preparada pela FPC, tendo o local sido vedado pelas autoridades para evitar ajuntamentos.

José Luís Jacinto, presidente da FPC, sublinhou que “os pombos portugueses tiveram grande relevo” na final. “A superioridade portuguesa neste campeonato é algo que me apraz registar e me enche de satisfação”, disse. 

 “Foi uma prova que nos correu muitíssimo bem. Portugal venceu o Campeonato da Europa, já não era campeão há oito anos. Tivemos também resultados muito bons nas várias competições, como o segundo lugar do FCI Grand Prix individual e seis pombos portugueses nos 10 primeiros, o que uma noção do valor da columbofilia portuguesa no panorama mundial”, concluiu.  

Classificações

Campeonato da Europa – País

Campeonato EUropa países.JPG

 Campeonato da Europa – Pombo Ás

Campeonato Europa PomboÁs.JPG

FCI Grand Prix – Pombo Ás 

FCI Pombo Ás.JPG

FCI Grand Prix – Individual 

FCI Grand Prix Individual.JPG

Torneio Ibero Latino Americano – Individual   

AILAC Individual.JPG

Torneio Ibero Latino Americano- Pombo Ás   

AILAC pombo ás.JPG

Torneio Ibero Latino Americano- País

AILAC país.JPG

As classificações completas estão disponíveis em: http://www.fpcolumbofilia.pt/mira2020/main08.htm

Toda a emissão online, com declarações de vários intervenientes, está disponível no Facebook da FPC

Em destaque

Mira 2020: Encestamento (vídeo)

Foi feito, esta sexta-feira, 23 de outubro, o encestamento dos pombos que participam nos Campeonatos Internacionais de Mira 2020. Veja o vídeo em baixo.

As listas de encestamento podem ser consultadas em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main081.htm

A Federação Portuguesa de Columbofilia preparou uma emissão online para a final, que estará no ar a partir das 11H00 de sábado, 24 de outubro. Caso as condições técnicas o permitam a solta também vai ser transmitida em direto, estando prevista para as 08H30.

As classificações finais dos campeonatos vão estar disponíveis em: http://www.fpcolumbofilia.pt/Mira2020/main08.htm

A FPC apela a todos os columbófilos para que não se desloquem ao columbódromo. Por razões de segurança, a entrada é permitida apenas ao staff indispensável. Os acessos vão ser fechados pelas autoridades.

Pela sua segurança e pela de todos FIQUE EM CASA e assista à emissão online através do Facebook da FPC.

Em destaque

Mira 2020: Fique em casa

A Federação Portuguesa de Columbofilia está a preparar a transmissão online da final dos campeonatos internacionais de Mira 2020 para que possa assistir a tudo em segurança.

A solta, a chegada dos pombos, entrevistas, reportagens e muito mais vão fazer parte de uma emissão em direto que estará no ar a partir das 11H00.

A FPC reuniu-se com representantes da Proteção Civil, da GNR, da Autoridade de Saúde e do Município de Mira para garantir que o evento vai decorrer cumprindo a lei e as recomendações da Direção Geral da Saúde. Nesse sentido, foi decidido que os acessos ao Columbódromo vão estar encerrados, havendo uma barreira de segurança estabelecida pelas autoridades.

A Columbofilia vai dar o exemplo! Fique em casa, por si, por todos.

Em destaque

Mira 2020: Semifinal em direto

A Federação Portuguesa de Columbofilia transmite em direto a semifinal dos Campeonatos Internacionais de Columbofilia Mira 2020, a partir do Columbódromo Gaspar Vila Nova, através da sua página de Facebook.

Almerindo Mota, diretor desportivo da Federação Portuguesa de Columbofilia e responsável pelo derby, faz um balanço da situação e um comunicado importante a todos os columbófilos.

A FPC está também a preparar uma emissão inteiramente online para a grande final, no sábado 24 de outubro.

Viva a paixão da Columbofilia em segurança, sem sair de casa!

Em destaque

Mira 2020: 3ºHotSpot/ Pombo Ás

Realizou-se esta sexta-feira o treino no âmbito dos campeonatos internacionais de Mira a contar para o 3º HotSpot/ Pombo Ás.

A solta foi realizada em Vendas Novas, pelas 09H15, para uma distância de 205 km. Confira os resultados em: http://www.fpcolumbofilia.pt/mira2020/main069.htm

A Federação Portuguesa de Columbofilia felicita os vencedores e deseja a todos os participantes boa sorte para a final! Veja e partilhe o vídeo do 3º Hotspot!

Em destaque

Recenseamento 2021 até 2 de novembro

A Federação Portuguesa de Columbofilia informa que a época de recenseamento normal decorre até 2 de novembro de 2020.

Durante este período, deverá ser usado o programa RecPom 2021 para efetuar o recenseamento e o envio dos dados à FPC. As coletividades deverão aceder ao Portal do Columbófilo, utilizando a senha de acesso da coletividade, para descarregar o programa de instalação do RecPom 2021.

Consulte atentamente as Circulares e Documentação do Recenseamento em: http://www.docs.fpcolumbofilia.pt/ViewItem.aspx?ID=2355

Sublinhe-se que, depois de terminado o prazo do recenseamento normal, todas as operações serão realizadas no Portal do Columbófilo, incluindo o recenseamento de pombos adicionais, a transferência de pombos entre equipas, a designação de pombos e a emissão de mapas de vacinação, entre outras.

Oportunamente serão divulgados, através de circular federativa, os prazos e condições dessas operações.