Mais de 2000 pessoas na Exposição Nacional de Columbofilia

A 48ª Exposição Nacional de Columbofilia e a 1ª Exposição da Confederação Mediterrânica de Columbofilia, que decorreram de 19 a 22 de janeiro, no Palácio dos Desportos, em Torres Novas, receberam a visita de mais de duas mil pessoas. O evento, que ficou marcado por ser o grande reencontro do mundo columbófilo após a pandemia, teve um cariz solidário com a totalidade do valor das entradas a reverter a favor da Santa Casa da Misericórdia de Torres Novas. 
De Norte a Sul do País, mas também de outros pontos do mundo, chegaram columbófilos, empresários e curiosos para participarem naquele que é considerado um dos mais importantes momentos da Columbofilia nacional. 
Na exposição, que contou com cerca de 40 stands, foram apurados os melhores pombos-correio portugueses, nas classes Sport e Standard, bem como a Seleção Nacional de Columbofilia que representou o País na 1ª Exposição da Confederação Mediterrânica de Columbofilia, que decorreu em simultâneo este fim de semana no Palácio dos Desportos  de Torres Novas. Estiveram em competição, na Exposição Nacional, 300 pombos-correio e mais meia centena, na Exposição Mediterrânica. 
O certame, que arrancou na quinta-feira, dia 19, e terminou no domingo, dia 22, foi organizado pela Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC), em parceria com o Município de Torres Novas. 

Além da vertente desportiva, em que os pombos-correio e os seus criadores são os grandes protagonistas, o evento contou com um conjunto de iniciativas, com destaque para a visita de alunos das escolas do concelho de Torres Novas. A organização decidiu imprimir um cariz solidário à iniciativa atribuindo o valor de um euro a cada entrada, que reverteu na totalidade a favor da Santa Casa da Misericórdia de Torres Novas. Decorridos três anos e uma pandemia desde a última vez que se realizou, a Exposição Nacional de Columbofilia regressou e reafirmou-se como o primeiro grande evento columbófilo de 2023, sendo uma oportunidade para o convívio entre todos os praticantes e amantes da modalidade.

“Destacamos a boa participação dos Columbófilos, das suas famílias, e das empresas, que rapidamente ocuparam os stands da exposição, além do envolvimento de toda a comunidade”, afirma António Branco, vice-presidente da Federação Portuguesa de Columbofilia, sublinhando a “inteira cooperação, disponibilidade e interesse demonstrados pela Câmara Municipal de Torres Novas”, assim como o envolvimento de outras entidades como a Confederação do Desporto de Portugal, cujo presidente, Carlos Paula Cardoso, esteve presente, assim como a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, representada pela diretora-geral Susana Pombo. 

António Branco dá ainda relevo à realização da 1ª Exposição da Confederação Mediterrânica de Columbofilia, um evento de cariz internacional, e que trouxe a Portugal representantes de vários países como Espanha, França, Israel, Turquia, Itália e da República de San Marino. O momento serviu também para a realização de uma reunião de trabalho onde foram definidos os próximos passos a seguir por esta recém-criada entidade.

Entrega de prémios Exposição Nacional e Exposição Mediterrânica

Na manhã de domingo, 22 de janeiro, foram entregues os prémios da 48ª Exposição Nacional de Columbofilia e da 1ª exposição da Confederação Mediterrânica de Columbofilia.

As classificações da Exposição Nacional estão disponíveis aqui.

As classificações da Exposição Mediterrânica podem ser consultadas aqui.

Veja as fotografias:

Prémios Mérito e Carreira entregues na Exposição Nacional (com fotos)

No âmbito da 48ª Exposição Nacional de Columbofilia em Torres Novas foram entregues os Prémios Mérito e Carreira, na manhã de sábado, 21 de janeiro.

Foi o momento de prestar a justa e devida homenagem a todos aqueles que se dedicam de alma e coração a esta causa que é a Columbofilia. Cada associação teve a possibilidade de nomear o columbófilo que gostaria de ver distinguido nesta cerimónia carregada de simbolismo e que se pauta por ser sobretudo um momento de reconhecimento.

A Federação Portuguesa de Columbofilia galardoou também uma personalidade que considera de excelência, um exemplo que deve ser valorizado e premiado. O distinguido foi João do Carmo Ferreira, conhecido no meio columbófilo com “João da Vaca” , iniciou a sua atividade columbófila em 1948, com 14 anos, numa altura em que ainda não existiam campeonatos devidamente estruturados.

A partir de 1956 e na Sociedade Columbófila de Riachos, já com campeonatos organizados , a paixão pelo pombo-correio teve continuidade, para não mais parar durante seis décadas (1948-2016).

De João do Carmo Ferreira hoje com 88 anos pode dizer-se com toda a propriedade que dedicou a vida inteira à Columbofilia. Fez parte de diversas direções da Sociedade Columbófila de Riachos e durante cerca de 13 anos, de 1977 a 1990 foi Delegado de Solta do Distrito de Santarém.

Durante 60 anos de atividade, foram muitos os troféus obtidos. Sagrou-se várias vezes campeão distrital e foi campeão geral na Sociedade Columbófila de Riachos nos anos de 1990, 1994 e 1998. Foi ainda campeão de fundo, meio fundo e de velocidade, várias vezes. Resultados que conquistou com pombos campeões, muitos deles premiados anilhas de ouro ao longo dos anos.

Foram ainda homenageados:

– Joaquim Correia Amorim, indicado pela ACD Aveiro

– José Luís Barros, indicado pela ACD Braga

– Lusitano Espinhal, indicado pela ACD Coimbra

– José Carlos Pereira de Sousa, indicado pela ACD Leiria

– Mário Real Nunes, indicado pela ACD Lisboa

– Joaquim Arnaldo Palmeira da Silva, indicado pela ACD Porto

– António Correia Reis Quintas, indicado pela ACD Santarém

– Tarquínio da Silva Reis, indicado pela ACD Setúbal

– Guilherme António Lourenço Lima, indicado pela ACD Viseu

– Jorge Manuel Oliveira Rego, indicado pela ACD Viana do Castelo

– José João Vilalva Rato, indicado pela ACD Évora.

E porque o momento foi de agradecimento, a Federação Portuguesa de Columbofilia reconheceu ainda o empenho e dedicação do responsável pelo Departamento Informático Miguel Santos que vai deixar de colaborar com a Federação, por opção própria, mas que foi, ao longo dos últimos 25 anos responsável por grandes desenvolvimentos informáticos que muito contribuíram para o engrandecimento e profissionalização da Columbofilia Nacional.

Em 1998 foi feita a primeira versão do RecPom, que estreou uma nova forma descentralizada de recolher o  recenseamento. Um ano depois foi criado o site da FPC.

Inovações como o programa de Classificações de Standard, o Cartão do Columbófilo, ou o processo informático do tratamento de Perdidos e Achados, o site de Mira melhorado, com a divulgação dos resultados dos treinos e da prova final  em tempo real, algo inédito no panorama mundial da altura, foram também trabalho seu.

O Portal Columbofilia.Net, os Leilões Online de Mira, o serviço Tempo e Soltas, o Fórum Columbofilia.Net. Além do novo Portal de Classificações Nacionais e o Portal do Columbófilo, e das Classificações Distritais.

A criação do sistema de classificações em tempo real para provas nacionais (Valência, Barcelona) e o cálculo automático da seleção nacional anual para o World Best Pigeon FCI foram igualmente inovações que ajudou a introduzir..

Deu início ao projeto de elaboração do programa de classificações nacionais e criou o cálculo automático da seleção nacional anual para o Ranking Ibero Latino Americano AILAC. 

Columbofilia reconhecida na inauguração oficial da Exposição Nacional

Decorreu a 21 de janeiro a inauguração oficial da 48ª Exposição Nacional de Columbofilia e da 1ª Exposição da Confederação Mediterrânica de Columbofilia, no Palácio dos Desportos, em Torres Novas.

A abrir o evento foi feita uma solta de pombos simbólica e a Banda Operária Torrejana tocou o hino nacional. A sessão contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, Pedro Ferreira, do Presidente da Confederação do Desporto de Portugal, Carlos Paula Cardoso, além da Diretora-geral da Direção Geral de Alimentação e Veterinária, Susana Pombo.

José Luiz Jacinto, presidente da Federação Portuguesa de Columbofilia, deu as boas-vindas a todos os presentes, destacando a “alegria e cor” presentes na Exposição Nacional, que considerou “um sinal da vitalidade e da paixão pelo desporto columbófilo”.

“Portugal é claramente uma das grandes potências mundiais e queremos continuar a afirmarmo-nos como tal”, sublinhou deixando um “sinal de apreço” a todos os expositores, columbófilos e entidades oficiais presentes.

Carlos Paula Cardoso afirmou que a FPC é “uma das mais dinâmicas entidades que compõe a Confederação do Desporto de Portugal”, considerando que a Columbofilia merece “cada vez ser mais promovida”.

“Vemos o pombo-correio como uma ave especial, que se dá com os humanos, sabe onde é a sua casa, já foi combatente e merece o nosso maior respeito”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, mostrando-se “orgulhoso” por receber o evento.

Também Susana Pombo deixou um apelo: “Continuem a promover esta atividade que tanto diz ao nosso País e a fazer bem o que sabem fazer”.

Veja as fotografias no álbum em baixo:

Classificações da 48ª Exposição Nacional de Columbofilia

Saiba quem foram os primeiros classificados 𝐒𝐩𝐨𝐫𝐭 na 48ª Exposição Nacional de Columbofilia que se encontra a decorrer no Palácio dos Desportos, em Torres Novas, de 19 a 22 de janeiro de 2023 e veja as fotografias.

Velocidade
1º Baltazar & Hugo, ACD Aveiro

2º António Nunes Esteves, ACD Aveiro

3º Nuno & Filho, ACD Coimbra

Meio Fundo
1º Team Trofa, ACD Porto

2º Elísio Manuel Ribeiro Silva, ACD Aveiro

3º Manuel António Alves Martins, ACD Braga

Fundo
1º Nelo & Dinis, ACD Porto

2º Pedro Miguel Sousa Garcia, ACD Lisboa

3º José Luiz Rodrigues Jacinto, ACD Santarém

Absoluta
1º Manuel Jorge & João Pedro, ACD Setúbal

2º Carapinha RC Columbofila, ACD Beja

3º Abel Rodrigues & Filho, ACD Porto

Yearlings
1º Paulo, César & Morais, ACD Lisboa

2º António Nunes Esteves, ACD Aveiro

3º Herculano Fernando Silva Conde, ACD Aveiro

Adultos
1º Albino Martins Francisco, ACD Porto

2º David Pinho Rebelo, ACD Aveiro

3º António Dias, ACD Aveiro

Maratona
1º João Luís Ribeiro Monteiro, ACD Braga

2º Os Asas, ACD Lisboa

3º Família Cochinho & Gouveia, ACD Lisboa

Fundo 1º ano
1º Pedro Contente Santos, ACD Leiria

2º Armando Santos Alves, ACD Beja

3º Família Nascimento Pedro/ B, ACD Santarém

Borrachos

1º, 2º e 3º Ricardo Emanuel Costa, ACD Aveiro

Veja também os primeiros classificados 𝗦𝘁𝗮𝗻𝗱𝗮𝗿𝗱 na 48ª Exposição Nacional de Columbofilia.

Standard Fêmeas

1º António Jorge Martins Santos, ACD Aveiro

2º Asas de Estremoz “ST”, ACD Évora

3º Rodrigo Óscar Marcelo, ACD Porto

Standard Machos

1º Luís Taveira & Simão Taveira, ACD Aveiro

2º Asas de Estremoz “ST”, ACD Évora

3º Asas de Estremoz “ST”, ACD Évora

Standard Borrachos Machos

1º Armando Messias Coutinho Silva, ACD Aveiro

2º Armando Messias Coutinho Silva, ACD Aveiro

3º Vitor Regadas & Rebelo Santos, ACD Coimbra

Standard Borrachos Fêmeas

1º Armando Messias Coutinho Silva, ACD Aveiro

2º Vitoria & Bárbara, ACD Leiria

3º Ricardo Emanuel Ferreira Costa, ACD Aveiro

Dezenas de crianças visitaram a Exposição Nacional de Columbofilia

Dezenas de alunos da Escola EB 23 Chora Barroso e do Centro Escolar de Santa Maria, do concelho de Torres Novas visitaram a 48ª Exposição Nacional de Columbofilia, na sexta-feira, dia 20 de janeiro.

Entre expressões de surpresa e gargalhadas, as crianças ficaram a conhecer melhor a modalidade, fizeram inúmeras perguntas e esclareceram todas as dúvidas. Algumas tiveram mesmo a oportunidade de alimentar e até segurar num pombo-correio.

Todos os alunos receberam brindes da Federação Portuguesa de Columbofilia e assistiram a um momento de animação com o palhaço Xombita. Houve ainda pinturas faciais e corporais.

A FPC tudo fez para proporcionar um dia diferente e memorável aos participantes, divulgando a modalidade junto de toda a comunidade e incentivando os mais novos ao envolvimento com a Columbofilia, um desporto que pode ser uma ajuda preciosa no combate ao insucesso e abandono escolares.

Veja as imagens:

Exposição Nacional de Columbofilia em Torres Novas já começou

Já começou a 48ª edição da Exposição Nacional de Columbofilia e a 1ª Exposição da Confederação Mediterrânica de Columbofilia, no Palácio dos Desportos, em Torres Novas.

Conforme estava previsto, a receção aos pombos-correio participantes, mais de três centenas, decorreu na quinta-feira, dia 19 de janeiro e no dia seguinte, 20, os juízes classificadores procederam à avaliação dos atletas.

A inauguração oficial da Exposição Nacional está prevista para sábado, dia 21, às 10h00 e conta com uma solta de pombos e um momento musical a cargo da Banda Operária Torrejana. Ainda no sábado será feita a atribuição dos Prémios Mérito e Carreira, bem como dos prémios desportivos relativos aos Campeonatos Nacionais, à Clássica Nacional de Fundo Valência e à Clássica Barcelona, provas disputadas em 2022. Para domingo fica reservada a entrega de prémios da Exposição Nacional e da Exposição da Confederação Mediterrânica.

A Exposição Nacional tem um cariz solidário, como já é hábito em eventos columbófilos. A entrada tem o valor de um euro que reverte na totalidade para a Santa Casa da Misericórdia de Torres Novas.

Veja as imagens da receção e classificação dos pombos-correio.

48ª Exposição Nacional de Columbofilia e 1ª Exposição da Confederação Mediterrânica de Columbofilia

Decorridos três anos e uma pandemia desde a última vez que se realizou, a Exposição Nacional de Columbofilia está de volta. Nos dias 19, 20, 21 e 22 de janeiro, a Federação Portuguesa de Columbofilia irá organizar a 48.ª Exposição Nacional de Columbofilia e a 1ª Exposição da Confederação Mediterrânica de Columbofilia, no Palácio dos Desportos, em Torres Novas.Este será o primeiro grande evento columbófilo do ano e uma oportunidade para o convívio entre todos os praticantes e amantes da modalidade.

Num espaço extraordinário, serão avaliados mais de 300 pombos-correio nas classes Sport e Standard, no âmbito da Exposição Nacional, e mais meia centena na Exposição da Confederação Mediterrânica de Columbofilia. Estarão presentes juízes classificadores que farão a observação e a classificação dos atletas.

Além da vertente desportiva, em que os pombos-correio e os seus criadores são os grandes protagonistas, o evento conta com um conjunto de iniciativas, com destaque para a visita de alunos das escolas do concelho de Torres Novas. Haverá animação e atividades para os mais novos, além de uma solta de pombos que, no dia 21, sábado, às 10h00, marcará a abertura oficial do evento ao público, bem como um momento musical com a Banda Operária Torrejana. 

A Exposição Nacional reveste-se de especial importância também por ser o local onde é feito reconhecimento público da dedicação dos columbófilos, com a atribuição dos Prémios Mérito e Carreira, e a entrega de prémios desportivos relativos aos Campeonatos Nacionais, à Clássica Nacional de Fundo Valência e à Clássica Barcelona, provas disputadas em 2022. 

A Exposição Nacional tem um cariz solidário, como já é hábito em eventos columbófilos. Assim, a entrada tem o valor de um euro que reverte na totalidade para a Santa Casa da Misericórdia de Torres Novas.

Exposição Nacional adiada

Atendendo ao atual contexto pandémico e ao adiamento das Olimpíadas Columbófilas, a Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) e a Associação Columbófila do Distrito de Lisboa deliberaram, em conjunto, cancelar a realização da Exposição Nacional 2021.

A FPC irá realizar uma classificação da classe Standard em janeiro de 2022, num evento sem público, onde será apurada a seleção nacional para as categorias Olímpicos (Adultos) Machos e Fêmeas e Borrachos Olímpicos Machos e Fêmeas.

Leia o comunicado oficial:

Apurada a seleção nacional que irá participar na 36ª Olimpíada Columbófila.

Apurada a seleção nacional que irá participar na 36ª Olimpíada Columbófila.

Quase meio milhar de pombos-correio participaram, no passado fim-de-semana, na 46ª Exposição Nacional e Pré-Olímpica de Columbofilia.

O palco escolhido para o evento foi o Centro Cultural de Viana do Castelo, um projeto do arquiteto Eduardo Souto Moura, situado na praça Marques Júnior. Foi neste cenário, localizado na marginal da Foz do Lima, que foram expostos os melhores atletas de sport e os mais belos exemplares de standard.

Neste certame desportivo, organizado pela Federação Portuguesa de Columbofilia em parceria com a Associação Columbófila do Distrito de Viana do Castelo (ACD Viana do Castelo), foi apurada a seleção nacional que irá participar na 36ª Olimpíada Columbófila, de 23 a 27 de janeiro, em Poznan, na Polónia.

Na Exposição Nacional participaram as seleções distritais das 14 associações existentes no país: Aveiro, Beja, Braga, Coimbra, Évora, Faro, Leiria, Lisboa, Portalegre, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo e Viseu.

Veja um vídeo com os pombos-correio que integram a selecção nacional.