Os resultados do Segundo Treino Oficial dos Campeonatos Internacionais de Columbofilia-Mira2017

A segunda sessão Oficial dos Campeonatos Internacionais de Columbofilia-Mira2017 decorreu esta manhã, 8 de agosto, às 7h15, tendo a solta sido efetuada na cidade de Leiria. Os “atletas” voaram 80 kms até “à casa” da competição, o Columbódromo Internacional Gaspar Vila Nova. O encestamento decorreu ontem, 7 de agosto, tendo sido encestados 1711 pombos-correio, que hoje participaram em mais um momento de preparação para a solta final, marcada para o próximo dia 2 de setembro.

Mostramos-lhe algumas imagens do encestamento.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O 1º lugar, entre os alados que participaram no Treino desta manhã, foi alcançado pelo “atleta” português com a anilha nº 7116587/17, em representação da equipa portuguesa, Sporting Pigeons Team, após ter alcançado uma média de 1027,8153 m/m. Esta prestação valeu-lhe, simultaneamente, o 1º lugar na classificação do Grande Prémio FCI Portugal. Em 2º lugar ficou o pombo-correio da China, com a anilha nº7000028/17, em representação da Associação Chinesa de Columbofilia (Chinese Racing Pigeon Association), com uma média de 1027,6612 m/m. O “atleta” chinês conseguiu também o 1º lugar entre os inscritos no Campeonato do Mundo. O 3º esta manhã foi um pombo-correio do Kuwait, com a anilha nº109904/17, em representação do columbófilo kuwaitiano Thamer Rashed, com uma média de 1027,1554 m/m.

Consulte aqui as classificações, geral e por prova, do primeiro Treino Oficial.

De realçar o facto de, nos primeiros cinco classificados, três serem portugueses. O 4º lugar foi conquistado pelo alado com a anilha nº 7335721/17, em representação do jovem columbófilo português, Leonardo Gonçalves. Este “atleta” alcançou uma média de 1027,0016 m/m e está inscrito na nova prova destes Campeonatos Internacionais de Columbofilia, o Campeonato Nacional de Jovens.  O 5º lugar foi para o alado luso com a anilha nº 7322395/17, em representação da equipa Queijaria Cachopas, após ter conseguido uma média de 1025,9918 m/m. Portugal conseguiu classificar 6 atletas nos 10 primeiros, também o 6º, o 9º e o 10º lugar foram para as cores portuguesas.

Nota também para o 2º lugar do borracho português, com a anilha nº 7456905/17, entre os “atletas” que estão inscritos no Campeonato do Mundo-Jovens. Propriedade do columbófilo nacional, Miguel Silva, ficou no 30º lugar geral, depois de ter efetuado uma média de 1023,3014 m/m. Todas as performances dos pombos-correio, organizadas por nacionalidade, estão disponíveis aqui .

As fotografias do segundo Treino Oficial.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um vídeo com os vários momentos da sessão.

A preparação prossegue a bom ritmo, com o terceiro Treino Oficial a estar marcado para o próximo sábado, dia 12 de agosto. A sessão será a primeira a contar para a classificação do Pombo-Ás. A solta decorre na localidade de Bairro, no município de Ourém, no distrito de Santarém. Os “atletas” irão efetuar um percurso de, aproximadamente, 102 kms até ao Columbódromo, em Mira. O calendário de treinos está disponível online.

Pode acompanhar todas as chegadas no site oficial dos Campeonatos Internacionais de Columbofilia-Mira2017 ou na plataforma da Benzing, patrocinador oficial do evento, disponível aqui.

As notícias sobre os Campeonatos e a preparação dos “atletas” estão disponíveis no Blog e no site da FPC. Consulte também a conta de Youtube da Federação Portuguesa de Columbofilia, que contém todos os vídeos dos treinos, disponível na ligação-FPC Videos . 

Começaram os Treinos Oficiais para os Campeonatos Internacionais de Columbofilia-Mira2017

Os “atletas” que estão inscritos nas diversas provas dos Campeonatos Internacionais de Columbofilia-Mira2017 iniciaram hoje mais uma fase na sua preparação para a Prova Final, que está marcada para o próximo dia 2 de setembro. O treino desta manhã, 4 de agosto, cuja solta decorreu no município de Soure (distrito de Coimbra), foi o primeiro de caráter Oficial, contando já com classificações. Os pombos-correio efetuaram um percurso de 50 kms. A solta foi efetuada às 9h30.

O encestamento decorreu ontem, 3 de agosto, ao final da tarde, tendo sido encestados 1763 pombos-correio para o treino de hoje. Mostramos-lhe alguns momentos do encestamento.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em destaque esta manhã esteve o “atleta” português com a anilha nº 7118067/17, em representação da equipa lusa, Sporting Pigeons Team, que voou para o 1º lugar, entre todos os pombos participantes, conseguindo uma média de 984,317 m/m, esta prestação valeu-lhe, simultaneamente, o 1º lugar na classificação do Grande Prémio FCI Portugal. Em 2º lugar ficou o pombo-correio do Kuwait, com a anilha nº158061/17, da equipa Al-Dewanyh Team, que efetuou uma média de 981,611 m/m. O lugar mais baixo do pódio, o 3º, foi alcançado pelo pombo-correio português com a anilha nº7387202/17, do columbófilo Fábio Pereira, após um treino em que terminou com um média de 981,611 m/m. Consulte aqui as classificações, geral e por prova, do primeiro treino Oficial.

De realçar o facto de, nos primeiros cinco classificados, três serem portugueses. O 4º lugar foi conquistado pelo alado com a anilha nº7327080/17, em representação da equipa nacional, Asas de São Julião, após uma média de 980,072 m/m, sendo que este “atleta” foi o 1º, no que diz respeito à classificação do Campeonato do Mundo. Portugal conseguiu classificar 5 atletas nos 10 primeiros, também o 6º e o 10º lugar foram para as cores portuguesas.

Todas as performances dos pombos-correio, organizadas por nacionalidade, estão disponíveis aqui . 

Algumas fotografias da primeira sessão já com classificações.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um vídeo com as imagens do primeiro Treino Oficial dos Campeonatos Internacionais de Columbofilia-Mira2017.

No segundo treino Oficial, marcado para a próxima terça-feira, dia 8 de agosto, os pombos-correio irão partir da cidade do Rio Lis, Leiria, num percurso de 80kms até ao Columbódromo Internacional Gaspar Vila Nova, em Mira. O encestamento irá decorrer ao final da tarde da próxima segunda-feira. O calendário de treinos pode ser consultado nesta ligação.

Relembramos que pode acompanhar todas as chegadas no site oficial dos Campeonatos Internacionais de Columbofilia-Mira2017 ou na plataforma da Benzing, patrocinador oficial do evento, disponível aqui.

Os columbófilos que têm alados inscritos nas provas de Mira podem receber alertas sobre a entrada dos pombos-correio no pombal. A FPC criou um serviço de notificação por mensagem (SMS) que envia alertas sobre a chegada dos pombos-correio para o número de contacto do respetivo columbófilo ou equipa. Apelamos a todos os concorrentes interessados que ainda não enviaram o seu contacto telefónico, para que o façam, caso queiram receber as informações sobre a prestação dos “atletas”. Os contactos devem ser enviados por email, para o endereço geral@fpcolumbofilia.pt.

Já sabe, todas as novidades sobre os Campeonatos e a preparação dos “atletas” estão disponíveis no Blog e no site da FPC.

 

“Atletas” portugueses mostram atributos nos treinos de preparação para o Campeonato AILAC

A Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) e Portugal voltam a estar representados numa competição organizada pela Associação Ibero-Latino-americana de Columbofilia (AILAC). A prova, que decorre na Colômbia, marca o regresso dos “atletas” nacionais à competição de derbies na América do Sul.

A preparação dos 26 pombos-correio que representam Portugal já começou, tendo sido já efetudados 5 treinos. O calendário de treinos é o seguinte:

Data Local de Solta Distância Treino
26/06/2017 Bucaramanga I 280 kms Treino de Preparação
02/07/2017 Bucaramanga II 280 kms Treino de Preparação
09/07/2017 Barrancabermeja 235 kms Treino de preparação
16/07/2017 Sabana de Torres 320 kms Treino de Preparação
23/07/2017 San Martin 358 kms Treino de Preparação
30/07/2017 Aguachica 400 kms Treino Oficial pontuável para o Pombo-Ás
06/08/2017 Pailitas 465 kms Treino Oficial pontuável para o Pombo-Ás
19/08/2017 Bosconia 565 kms Solta Final do Derby AILAC

Durante a preparação em território colombiano os pombos-correio nacionais têm mostrado as suas qualidades. No primeiro treino, o pombo-correio com a anilha A7084002, propriedade da equipa portuguesa, que compete nas provas da ACD Aveiro, Artur Vinhas & Ribeiro, conseguiu o 1º lugar. Destaque ainda para o facto de, na mesma sessão, os três primeiros classificados terem sido portugueses: 2º lugar para o “atleta” com a anilha A7322303, propriedade da equipa Queijaria Cachopas (ACD Évora) e o 3º lugar foi alcançado pelo pombo-correio com a anilha A7116401, propriedade da equipa Sporting Pigeons Team (ACD Lisboa).

Na 2ª sessão -Bucaramanga 2- o primeiro lugar foi alcançado novamente por um “atleta” nacional, graças ao pombo-correio com a anilha A7322303, propriedade da Queijaria Cachopas (ACD Évora).

No 3º treino, com solta a partir de Barrancabermeja, o “atleta” da Queijaria Cachopas voltou a ser o português melhor classificado, conseguindo o 6º lugar na classificação. Na mesma sessão o pombo-correio com a anilha A7118407, propriedade da equipa Sporting Pigeons Team, classificou-se no 10º lugar.

Na sessão que teve a solta a partir de Sabana de Torres, numa distância de 320 kms, o melhor classificado português foi, novamente, o “atleta” nº A7322303, da Queijaria Cachopas, que conseguiu alcançar o 5º lugar.

As classificações das primeiras 4 sessões de preparação para o Campeoanto AILAC.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um vídeo com imagens do treino de Bucaramanga.

A prova final está marcada para o próximo dia 19 de agosto. A solta será realizada entre as localidades de Bosconia e Bogotá, numa distância de 565 kms. Todas as imagens foram cedidas à FPC pelo Coordenador Internacional da Asociación Colombófila Colombiana (ACC), Gabriel Ferro Cortés.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continue atento ao blog – press.fpcolumbofilia.pt e ao site da FPC – http://www.fpcolumbofilia.pt/, porque vamos trazer-lhe mais novidades sobre a participação dos pombos-correio portugueses na prova da AILAC, que vai decorrer na Colômbia.

 

Alunos da EB1 de Esgueira tiveram um dia dedicado ao pombo-correio

Foi um final de ano letivo diferente para os alunos da Turma 1B, do 1º Ciclo do Ensino Básico, da Escola Básica de Esgueira (EB1 Esgueira), unidade escolar que está integrada no Agrupamento de Escolas de Esgueira. Durante toda a sexta-feira, dia 16 de junho, 18 crianças puderam contatar de perto com a columbofilia e, acima de tudo, ficaram a conhecer melhor o pombo-correio, bem como as suas “tarefas” ao longo da história da Humanidade.

Este dia diferente foi proporcionado pela Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) e a Associação Columbófila de Esgueira (ACE), coletividade fundada em 1952, na freguesia de Esgueira, no distrito de Aveiro. Os “atletas” do pombal pedagógico que está instalado junto à sede da ACE, que competem nas provas da Associação Columbófila do Distrito de Aveiro (ACD Aveiro), receberam a visita de 18 “pequenos” estudantes, num dia dividido entre em que o centro das atenções foi um: o pombo-correio.

Na parte da manhã, ainda nas instalações da EB1 de Esgueira, os alunos, para além de receberem mais informações sobre os alados e verem imagens de soltas, puderam enviar as suas mensagens através de pombos-correio. Durante a tarde as crianças visitaram o pombal pedagógico instalado junto à sede da AC de Esgueira.

O coordenador da área social e juventude da FPC, Manuel Pereira, contou-nos o que aconteceu nas instalações da EB1 da Esgueira, durante o período da manhã.

Na segunda parte da entrevista Manuel Pereira avaliou a importância deste tipo de ações para a conquista de novos praticantes para a modalidade. O coordenador da FPC falou também sobre o papel de um pombal pedagógico.

A acompanhar os jovens da turma 1B estiveram a coordenadora da EB1 de Esgueira, Guiomar Neves, e a professora titular pela turma, Cidália Silva. A coordenadora da escola, Guiomar Neves, explicou como surgiu a ideia da visita e revelou o interesse mostrado pelos alunos.

Na opinião de Guiomar Neves o contacto direto com animais é importante para crianças deste ciclo de ensino.

O atual presidente da direção da AC Esgueira, José António Ribeiro, também acompanhou a visita e foi o anfitrião dos visitantes. Em declarações à FPC, o responsável abordou a importância deste tipo de iniciativas.

Atualmente são 23 os columbófilos que competem nas provas da ACE. José António Ribeiro destacou a necessidade de “haver maior intercâmbio” entre as diferentes coletividades portuguesas.

Mostramos-lhe algumas fotografias com os vários momentos do dia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O dia terminou com um lanche oferecido pela ACE aos alunos e respetivos professores da EB1 de Esgueira. Entre a alegria, misturada com sorrisos e ares de surpresa, os suspiros devido ao calor também se fizeram sentir. Ainda assim, muitos jovens conseguiram ter uma pequena noção, alguns pela primeira vez, do que é a columbofilia. Os “atletas” ganharam novos fãs e, quem sabe, se a modalidade não ganhou futuros praticantes.

A reportagem pode ser consulta em http://www.fpcolumbofilia.pt/ ou no Blog da FPC – https://press.fpcolumbofilia.pt/

“Maratona animou Portugal” – Jornal Record – 11 de junho

No passado domingo, dia 11, o jornal Record dedicou duas páginas (página 40 e 41 da edição impressa) à columbofilia portuguesa. O maior destaque foi para os vencedores, de cada distrito, na primeira prova dos Campeonatos Nacionais de Fundo 2017 (CNFundo2017), mas também há a análise do coordenador desportivo da FPC, Almerindo Mota, à solta e algumas infografias.

Consulte aqui o pdf das duas páginas- REC11 de junho de 2017 e REC11 de junho de 2017-2.  As fotografias dos vencedores aparecem desfocadas no documento mas, na versão impressa, esse detalhe foi corrigido.

A reportagem foi também publicada online e pode ser consultada através da ligação- “Columbofilia: Maratona Animou Portugal”. A fotografia que acompanha a foto do trabalho publicado no site é da responsabilidade do próprio jornal.

Chamamos a atenção para o facto de, aquando da publicação, ainda não se saber do adiamento da segunda solta dos CNFundo2017, marcada inicialmente para este sábado, dia 17 de junho. Consulte o comunicado oficial do adiamento-Comunicado-2ª Prova Nacional-Valência-17JUN2017 e a previsão meteorológica, elaborada pelo meteorologista da FPC, Fernando Garrido, Relatorio meteorológico – solta de Valência- 17JUN2017.

No passado dia 13 foi emitido um novo comunicado com uma possível data para a realização da prova. O próximo domingo, dia 25 de junho, é a data, salvaguardando apenas qualquer evolução negativa no que respeita às condições meteorológicas previstas para aquela data. O comunicado pode ser consultado em –2º Comunicado-2ªProva Nacional de Fundo – Valência – 25 de junho de 2017 .

Recordamos todos os columbófilos que os encestamentos decorrem na próxima sexta-feira, dia 23 de junho.

Vamos trazer-lhe mais novidades sobre a prova. Já sabe, fique atento ao blog https://press.fpcolumbofilia.pt/ e ao site da FPC-http://www.fpcolumbofilia.pt .

CNFundo2017-Classificações Provisórias: ACD Aveiro- Abílio Almeida conquista o 1º lugar

A primeira prova dos CNFundo contou a presença de cerca de 50.000 pombos-correio. O início desta “maratona” decorreu, pelo terceiro ano consecutivo, em território espanhol, Albuixech, em Valência.

A Associação Columbófila do Distrito do Aveiro (ACD Aveiro) encestou 9.649 “atletas” e, entre eles, a fêmea com a anilha nº 5017951/15 alcançou, provisoriamente, o primeiro lugar a nível distrital. Propriedade do columbófilo Abílio Almeida, que compete nas provas da Sociedade Columbófila de Macieira de Sarnes, coletividade fundada em 1960, na localidade de Macieira de Sarnes, no município de Oliveira de Azeméis, chegou às 14:40:38, ao seu pombal, tendo percorrido um total de 711, 248 kms, o que se traduz numa média de 1449,654 m/m.

Este primeiro lugar foi conquistado por 1 segundo. Numa espécie de “maratona decidida ao sprint”, o pombo nº5030076/15, da equipa Joca Pigeon Team, que compete nas provas da Sociedade Columbófila de Azeméis, chegou às 14:41:56, depois de ter voado 713, 150 Kms, fazendo uma média de 1449,640. Embora na comunicação do primeiro pombo chegado de Valência tenha ficado no 2º lugar, com uma média próxima do 1º classificado, após as classificações efetuadas nas respetivas coletividades, verificou-se que a equipa Joca Pigeons Team, devido ao atraso de 1 segundo no relógio constatador da própria equipa, passou para o 2º lugar, e a “atleta” do columbófilo Abílio Almeida passou para o 1º, ficando, assim, à frente na classificação do distrito de Aveiro, devido à diferença, ao nível das milésimas, na média final.

Entrevistámos Abílio Almeida sobre esta vitória decidida nos instantes finais da prova.

Quantos pombos- correio enviou para a prova de Valência?

Abílio Almeida (AA) – Encestei 15 pombos-correio para esta prova.

Quais eram as suas expectativas para a prova?

Abílio Almeida (AA) – É sempre uma prova difícil. Enviei “atletas” com qualidade, mas nunca pensei marcar um primeiro lugar no distrito.

Qual é a sensação de ter um pombo que é o primeiro classificado, ainda que provisoriamente, do distrito de Aveiro?

AA – É espetacular. É sempre um prémio com um reconhecimento diferente. Não é fácil, no meio de tantos pombos-correio, conseguir ter o primeiro.

Uma vitória decidida ao segundo, numa prova em que os dois primeiros fazem, 711 e de 713 kms, respetivamente. Que comentário lhe merece este resultado?

AA – Eu não sei como descrever esta situação. No momento em que a “atleta” pousa, nós só sabíamos que havia chegadas comunicadas de outros distritos. Quando ela chegou fiquei logo com a sensação que poderia fazer um bom resultado ao nível do distrito

O “atleta” número 5030076/15, da equipa Joca Pigeons Team, passou para o 2º lugar devido a uma diferença mínima de tempo. Que mensagem gostava de deixar em relação a isso?

AA – Provavelmente os pombos devem ter vindo juntos, depois tem a ver com a entrada deles no pombal. Queria dar os meus parabéns ao “atleta” e à equipa Joca Pigeons Team pelo 2º lugar, porque conforme perdeu por 1 segundo, podia ter ganhado. Há mais provas, a campanha prossegue e não vão faltar oportunidades para ficar no primeiro lugar.

Este pombo de 2015 é um macho ou fêmea? Como preparou o/a “atleta” para esta prova?

AA – É uma fêmea. As 15 “atletas” que participaram na prova foram separadas do resto da colónia e tiveram uma alimentação diferente. Enquanto outros pombos-correio participavam e chegavam de provas de velocidade e meio-fundo, já estas 15 estavam “à parte”. Esta “atleta” esteve na dúvida, não parecia estar muito bem. O meu pai, Alberto Almeida, que me ajuda em todas as tarefas do pombal, até me aconselhou a não enviar esta fêmea, mas eu tinha uma opinião diferente e, felizmente, acabei por encestá-la para esta prova.

Esta “atleta” já tinha obtido classificações de relevo na presente campanha ou em anteriores? Quais?

AA- Não. Ela no ano passado era um borracho, só participou em duas provas, pela nossa equipa B, para ganhar algum ritmo de voo, mas conseguiu marcar nas duas. Em dezembro de 2016, quando fizemos a vacinação de todos os pombos-correio da nossa colónia, ela estava mal da asa, deixou, inclusive, de voar. Acabámos por tratá-la e ela voltou a voar normalmente. Decidi enviá-la para a primeira prova dos Campeonatos Nacionais de Fundo 2017 e o resultado alcançado mostra as qualidades desta “atleta”.

O 1º lugar na prova de Valência teve o mesmo sabor de um 1º noutra prova de fundo ou considera-o mais relevante? Porquê?

AA- Considero que é mais difícil alcançar este resultado numa prova que conta com a participação de pombos-correio de todo o país. Há mais arrastamentos também. Tivemos sorte de ela ter vindo na direção correta porque, se calhar, se viesse no bando dos “atletas” de Portalegre, por exemplo, já não iria fazer esta média e já não seria, provavelmente, a primeira classificada do distrito de Aveiro. Eu acho que esta é uma prova mais difícil, por isso o sabor do 1º lugar é melhor.

Tem 23 anos, idade que faz de si um columbófilo relativamente jovem. Como é que chegou a este deporto e o que é que o motivou a ser columbófilo?

AA- O meu pai, Alberto Almeida, tem pombos-correio desde 1976. Eu nasci em 1993 e ele já era columbófilo. Em 1994 fui inscrito como sócio da nossa coletividade, ainda eu não sabia o que era um pombo-correio. Desde pequeno, com 6 ou 7 anos, sempre andei no pombal com o meu pai. No final do milénio ele passou a nossa colónia para o meu nome e, a partir daí, tenho-me envolvido muito mais nas tarefas do pombal. Nos últimos 6, 7 anos estou faço muito mais tarefas, mas somos uma boa equipa, eu e o meu pai, porque quando um não pode o outro arranja forma de estar disponível. Sempre adorei este desporto e vou continuar a fazê-lo. Pratico futebol, mas isto é diferente.

Podemos dizer, neste caso, que está há mais tempo ligado à columbofilia do que ao futebol?

AA- Sim. Quando fui atleta federado de futebol e tinha jogos ao domingo, acabava por não conseguir ver chegar os pombos-correio. Fazia todas as tarefas no pombal, mas não conseguia ter esse prazer. Agora? É o contrário. Havendo chegada de pombos-correio, o futebol fica para 2º plano.

E quanto à 2ª solta de Valência, quantos pombos vai enviar e quais são as expectativas?

AA – Vou enviar novamente 15 e, possivelmente, serão as mesmas 15 “atletas”, porque chegaram todas da 1ª solta, o que é bom. Relativamente às expetativas, gostava que prova corresse de uma forma semelhante à primeira, mas se isso não acontecer estamos cá para dar os parabéns aos vencedores.

As soltas dos Campeonatos Nacionais de Fundo decorrem, pelo terceiro seguido, em Albuixech, Valência. Que opinião tem sobre esta prova? É um projeto que deve continuar?

AA – Acho que deve continuar. Esta é uma prova que permite ligar todos os distritos. Há uns que encestam mais que outros e este tipo de provas é boa para fazer uma ligação nacional da nossa columbofilia. Talvez se pudesse mudar o sítio, mas não consigo ter uma opinião fundamentada sobre isso. Acho que é um bom projeto e que até podiam haver mais provas semelhantes durante a campanha.

Portanto, na sua opinião, deveria haver mais soltas por ano com este âmbito, ou seja provas nacionais?

AA- Exatamente. Acho que as soltas poderiam ser feitas, inclusive, noutros sítios, com mudança das linhas de voo. Acho que o projeto é interessante e pode evoluir mais, mas, em suma, é uma excelente iniciativa da Federação Portuguesa de Columbofilia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pode consultar as reportagens com os primeiros classificados provisórios de todos os distritos em –Press FPC e ao Site FPC.

Os resultados da primeira solta dos Campeonatos Nacionais de Fundo 2017 estão disponíveis em Campeonato Nacional de Fundo – Resultados da 1ª Prova. A 2ª prova está marcada para o próximo dia 17 de junho e vamos trazer-lhe todas as novidades, através das plataformas habituais.

CNFundo2017-Classificações Provisórias: ACD Évora – 1º lugar para José Miguêns

A primeira prova dos CNFundo contou a presença de cerca de 50.000 pombos-correio. O início desta “maratona” decorreu, pelo terceiro ano consecutivo, em território espanhol, Albuixech, em Valência.

A Associação Columbófila do Distrito de Évora (ACD Évora) encestou 2.329 “atletas” e, entre eles, a fêmea número 5344500/15 alcançou, provisoriamente, o primeiro lugar a nível distrital. Propriedade do columbófilo José Miguêns, que compete nas provas da Sociedade Columbófila Rainha Santa Isabel, coletividade do município de Estremoz, chegou às 13:28:26, ao seu pombal, tendo percorrido um total de 633.053 kms, o que se traduz numa média de 1 512,913 m/m.

A FPC falou com José Miguêns sobre o resultado atingido na primeira prova dos Campeonatos Nacionais de Fundo 2017.

FPC – Quantos pombos- correio enviou para a prova de Valência?

José Miguêns (JM) – Enviei 15 pombos-correio para a prova e encestei mais 26 para o campeonato do Pombo-Ás. No total estiveram 41 “atletas” da minha colónia a participar.

Quais eram as suas expectativas para a prova?

José Miguêns (JM) – As expetativas passam sempre por marcar o melhor possível. Antes da prova o meu primeiro objetivo era esse.

Qual é a sensação de ter um pombo que é o primeiro classificado, ainda que provisoriamente, do distrito de Évora?

(JM) – A sensação é ótima. É uma recompensa pelo trabalho que temos durante todo o ano.

Este pombo de 2015 é um macho ou fêmea? Como preparou o/a “atleta” para esta prova?

(JM) – É uma fêmea. As origens dela são muito boas, pois é filha de um anterior campeão nacional de fundo, portanto, vem de uma boa linhagem. Para além disso, o tratamento que ela teve foi igual ao dos outros pombos-correio que enviei. Não houve nenhuma preparação específica para ela.

Esta “atleta” já tinha obtido classificações de relevo na presente campanha ou em anteriores? Quais?

(JM) – Em 2017 é o segundo ano que ela está a voar e é o primeiro em que participa em provas de fundo. Em 2016 já se tinha classificado em algumas provas da coletividade, mas nunca tinha alcançado um resultado como este. 

O 1º lugar na prova de Valência teve o mesmo sabor de um 1º noutra prova de fundo ou considera-o mais relevante? Porquê?

(JM) – Este tem outro sabor. São muito mais pombos-correio a competir e é uma solta a nível nacional. Esta prova é mais difícil, por isso este primeiro lugar tem um gosto diferente.

E quanto à 2ª solta de Valência, quantos pombos vai enviar e quais são as expectativas?

(JM) – A equipa está, mais ou menos, constituída. Irei enviar os 15 pombos-correio e mais alguns para o Pombo-Ás, ainda não defini quantos, só mais próximo do encestamento é que irei “fechar” a equipa. Vamos tentar trabalhar o melhor que podemos e sabemos para tentar estar no mesmo nível.

As soltas dos Campeonatos Nacionais de Fundo decorrem, pelo terceiro seguido, em Albuixech, Valência. Que opinião tem sobre esta prova? É um projeto que deve continuar?

(JM) – Eu acho que devem continuar, apesar de haver muita gente contra a realização destas soltas. Considero que estas provas são uma mais-valia para o próprio país e para o pombo-correio português.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A FPC vai continuar a divulgar reportagens com os primeiros classificados, ainda provisórios, de cada Associação Distrital de Columbofilia. Fique atento ao nosso blog-Press FPC e ao Site FPC.