Coletividades aveirenses participaram em ação de formação promovida pela ACD Aveiro

A Associação Columbófila do Distrito de Aveiro (ACD Aveiro) dinamizou, no passado sábado, dia 27 de janeiro, uma ação de formação destinada a todas as Coletividades do distrito.

A iniciativa, cujo cartaz inicial pode consultar aqui, decorreu na sede social da entidade, localizada na Rua da Gândara, na freguesia de São Roque, no município de Oliveira de Azeméis, tendo contado com a presença de representantes de 65 coletividades. A FPC conversou com o presidente da direção da ACD Aveiro, Luís Silva, que revelou os principais objetivos da ação de formação.

O dirigente falou sobre as opiniões que os participantes lhe transmitiram e mostrou vontade de ter mais eventos semelhantes.

Entre os temas em debate estiveram: o recenseamento, a vacinação, a assembleia geral (normas), as soltas de pombos-correio, o regulamento disciplinar, a doublagem, o processo desportivo, os constatadores eletrónicos, os portais da FPC e a página da ACD Aveiro – Columbofilia.net. Luís Silva considera que este tipo de ações promove “a proximidade entre as Associações e as Coletividades”, algo que, na sua opinião, “é fundamental para a columbofilia”.

O presidente da direção da ACD Aveiro deixou um agradecimento a todos os que estiveram envolvidos na iniciativa.

A ação começou às 14h00 e terminou já depois das 18h00. Veja em seguida algumas imagens, que foram cedidas à FPC pela ACD Aveiro, da iniciativa dinamizada pela Associação aveirense. O cartaz com a imagem final pode ser visto nesta ligação.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Cada participante recebeu um kit G.P.C (está relacionado com o Sistema GPC – Gestão de Pombos e Classificações), tendo um representante da empresa Pomor, Lda , responsável pelo software, tecido umas breves considerações perante os presentes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Estiveram presentes na ação de formação cerca de uma centena de pessoas, contando com oradores e participantes. A Direção da FPC louva a ACD Aveiro por ter dinamizado a iniciativa, que é pertinente e importante para uma melhor preparação dos columbófilos e dirigentes associativos nas boas práticas da modalidade.

FPC apresenta o Portal de Classificações Distritais

A Federação Portuguesa de Columbofilia (FPC) disponibiliza um novo portal ao serviço dos seus associados: o Portal de Classificações Distritais, disponível em http://distritais2017.fpcolumbofilia.pt

Assente nos mesmos princípios de transparência, rigor e celeridade que o Portal de Classificações Nacionais, o novo Portal de Classificações Distritais disponibiliza as classificações completas de todos as Associações Distritais num único local centralizado, permitindo, em simultâneo, que as Associações Distritais continuem a divulgar as suas classificações nos seus sites institucionais.

O portal simplifica às Associações Distritais a afixação das suas classificações – um único envio automatizado assegura a divulgação das suas classificações distritais e a integração dos resultados no Portal de Classificações Nacionais. Adicionalmente, são realizados controlos de integridade dos dados para detetar e informar as associações de eventuais incoerências.

Aos associados e demais utilizadores do portal, são disponibilizadas classificações com aspeto moderno e dinâmico, permitindo uma visão abrangente e transparente dos resultados alcançados por cada concorrente. Os utilizadores podem fazer um clique sobre os resultados apresentados para aceder a janelas pop-up com os detalhes classificativos. Navegue nos vários separadores dessas janelas para aceder a toda a informação relativa aos concorrentes e respetivos pombos.

Outra novidade do portal é a possibilidade de se consultar o Mapa de Chegadas de cada uma das provas, respeitante a cada um dos campeonatos. Esta funcionalidade representa as chegadas dos pombos num mapa, em tempo acelerado, permitindo analisar o ritmo e as características geográficas das chegadas.

Consulte o novo portal em http://distritais2017.fpcolumbofilia.pt. Pode enviar comentários, críticas ou sugestões através do formulário de contacto do portal.

Este slideshow necessita de JavaScript.